A comissão mista que analisa a Medida Provisória (MP) 623/13 se reúne na terça-feira (29), às 14h30, para apresentação do relatório do senador Cícero Lucena (PSDB-PB). A votação já foi adiada duas vezes, em razão de deputados terem pedido mais tempo para analisar as mudanças feitas pelo relator ao texto original.

A MP, que tem validade até 15 de novembro, facilita a quitação de dívidas de produtores atingidos pela seca na Região Nordeste.

A expectativa do governo é que aproximadamente 93 mil operações sejam abrangidas por esta medida, cujo custo para o Tesouro Nacional está estimado em R$ 126 milhões.

De acordo com a proposta, as dívidas contratadas até R$ 15 mil (preço originário) terão desconto de 65%; para valores de R$ 15 mil a R$ 35 mil, o desconto é de 45%; e finalmente, para valores superiores a R$ 35 mil até o teto de R$ 100 mil, o desconto é de 40%.

Entre as alterações feitas pelo relator está a inserção de cooperativas entre os beneficiários da medida, a autorização para a Advocacia Geral da União (AGU) atuar na negociação de dívidas rurais, e a exigência de que os bancos apresentem extratos da evolução das dívidas – a falta de extratos é uma das principais reclamações dos produtores rurais.

A reunião será realizada no Plenário 6 da ala Nilo Coelho, no Senado.

Agência Câmara

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Líder do G11 parabeniza RC e João pelo equilíbrio fiscal da PB e torce pela paz no jardim girassol

O líder do G11 na Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Júnior Araújo, comemorou a divulgação feita pela Secretaria do Tesouro Nacional citando o balanço das contas dos estados brasileiros e…

RC cobra investigação para arrombamento de escritório em JP

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), presidente da Fundação João Mangabeira, está cobrando investigação para apurar o arrombamento de seu escritório, em João Pessoa, ocorrido na noite de ontem,…