Por pbagora.com.br

O prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) poderá enfrentar mais uma grave crise, na próxima semana, caso não se entenda com o presidente da Câmara de Vereadores, Nelson Gomes Filho (PRP). Nelson denuncia que o Poder Legislativo municipal não está recebendo, na ponta do lápis, o repasse a que tem direito. E ameaça: vai recorrer à justiça para receber os recursos. Uma consequencia direta deverá ser o bloqueio das contas da Prefeitura.

“É inaceitável o que está acontecendo em Campina Grande, com esse tipo de desrespeito ao Poder Legislativo”, queixa-se Nelson Gomes Filho. Segundo ele, por lei, a Prefeitura é obrigada a respassar 6% do valor da arrecadação para a Câmara de Vereadores, mas a atual gestão de Veneziano só tem liberado um percentual de 5,63%. Segundo o presidente da “Casa de Félix Araújo”, pode parecer pouco, mas já é o suficiente para comprometer as demandas de custeio da Casa.

O prazo para se resolver a questão, segundo Nelson Gomes, é até a próxima semana, como sem falta. Depois disso, ele diz não haver outro caminho que não o do Poder Judiciário. Nesse aspecto, ele acredita no bom direito da Câmara de Vereadores e que o prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) terá de pesar bem as consequencias, porque o resultado mais imediato deverá ser o bloqueio das contas da Prefeitura até que esteja sendo cumprido o que a lei determina em relação aos repasses do duodécimo da Câmara.

PB Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Livro-bomba de Eduardo Cunha: Tchau Querida – O Diário do Impeachment

A história é implacável contra a mentira. Mais cedo, ou mais tarde, a verdade sempre virá à tona. Mesmo que seja a conta-gotas. O golpe parlamentar perpetrado contra a ex-presidente…

Opinião: Marmuthe Cavalcanti dissemina fake news sobre agência da CEF no Valentina

Certa vez o filósofo grego Aristóteles, com toda sua sapiência disse: “Que vantagem têm os mentirosos? A de não serem acreditados quando dizem a verdade”. Pois bem, o vereador de…