Foto: Keicy Victor

Deputada mais votada nas eleições de 2018, a professora Cida Ramos, do PSB, defendeu, durante entrevista nesta quarta-feira (09) que os agentes públicos que forem comprovadamente culpados em qualquer tipo de escândalo envolvendo o dinheiro público que sejam punidos na forma da lei, todavia, lamentou a existência de condenações prévias. As declarações da parlamentar dizem respeito aos desdobramentos da 5ª fase da Operação Calvário, deflagrada nesta manhã e que culminou com a prisão do secretário-executivo de Turismo, da Paraíba.

“Investigar é uma etapa, ninguém pode ser condenado a priori. Continuo com a mesma tese que sempre defendi: defendo o estado democrático de direito, que quem tem responsabilidade seja, a justiça possa fazer o seu papel e as pessoas se defenderem e quem tiver responsabilidade, obviamente, vai ter que responder por isso”, asseverou.
A socialista disse ainda que é governo, faz parte do governo e que continuará trabalhando em prol da Paraíba.

“Nós temos um governo operoso, que hoje mesmo vai estar entregando a Polícia Científica em Cajazeiras, um governo que tem trabalhado muito e é isso que eu posso dizer, que a gente vai continuar fazendo aquilo que a gente se propôs que é poder dar continuidade às obras, ações, serviços e programas, seja de infraestrutura, seja na área social. Eu fui eleita para defender isso, para defender os direitos e políticas sociais e vamos ampliar nossa atuação cada vez mais”, arrematou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Azevêdo mantém Ricardo Barbosa como líder do governo na ALPB

Nesta segunda-feira (27) o governador João Azevêdo confirmou, que o deputado estadual Ricardo Barbosa será mantino no posto de líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba na volta dos…

João Azevedo acena com possibilidade de contemplar melhor os servidores

O governador João Azevedo sinalizou, com muita clareza, que há possibilidade, sim, de ir além do anunciado percentual de 5% de reajuste salarial linear para os seevidores públicos. A disposição…