A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: Calma, Tovar. Romero Rodrigues está apenas repetindo Cássio

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

De acordo com notícia produzida pelo portal PBAgora, o deputado estadual Tovar Correia Lima, tucano de curta plumagem, estaria chalreando irado só porque Romero Rodrigues (PSD) declarou-se aberto às paqueras políticas com o ex-presidente Lula.

Romero Rodrigues, ex-prefeito de Campina Grande, é pré-candidato a governador da Paraíba numa composição política-eleitoral que envolve o partido de Tovar. E sabe que não tá fácil desbancar João Azevêdo. Ainda não, pelo menos.

Disse Correia Lima, sobre o assunto: “Sob hipótese alguma. Não dá para misturar água com vinho e, pelo menos comigo, Lula não terá absolutamente nenhum diálogo porque nós defendemos fatos, histórias e políticas antagônicas.”.

Calma, Tovar! A história está aí para mostrar que não é bem assim. Romero Rodrigues está apenas repetindo Cássio, querendo amorcegar-se na popularidade de Lula, o maior líder político da América-Latina, nos últimos tempos.

Talvez por ser muito jovem, o deputado tucano não se lembre do que, para nós bem mais velhos, é simples déjà vu: em campanha não tão remota, o seu parente mais ilustre, Cássio Cunha Lima, quando disputava o Governo da Paraíba, fez de tudo para colar a sua imagem à do então candidato presidencial Lulinha paz e amor. Detalhe: o tucanato tinha candidato próprio ao, que era Fernando Henrique Cardoso.

Fazendo de conta de que não sabia de nada e, portanto, era invenção de outros, Cássio Cunha Lima instalou na Paraíba os chamados comitês Cássio-Lula. Quem não se lembra? Só Tovar.

Entenda Tovar: os números das pesquisas eleitorais sugerem que, sobretudo candidato a cargo majoritário, que tem juízo e dele faz uso, deve logo ir se encostando na imagem de Lula.

Já ouviu falar no “sem Lula é chance zero?”, é por aí…

Correia Lima deveria saber que Romero Rodrigues tem pesquisas eleitorais qualitativas e estas devem sugerir: cola com Lula, que ele tá virado no dindin de abacate…

Assembleia

A CCJ da Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou, nesta segunda-feira (30), parecer pela constitucionalidade e juridicidade do Projeto de Lei de autoria do Governo do Estado, implantando o “Programa Estadual Dignidade Menstrual no Estado da Paraíba”.

O objetivo é promover o acesso a absorventes descartáveis e reutilizáveis, além de coletores menstruais e calcinhas absorventes, para crianças, adolescentes e mulheres em idade adulta.

O relator da matéria foi o deputado Ricardo Barbosa que deu parecer pela constitucionalidade. Ele lembrou que o projeto de lei já havia sido inicialmente apresentado pela deputada Estela Bezerra e aprovado pela Casa de Epitácio Pessoa. No entanto, foi vetado pelo governador por inconstitucionalidade, tendo em vista ser matéria que gera despesa para o Executivo.

Wellington Farias

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe