A Paraíba o tempo todo  |

Bruno Roberto tacha de ‘oportunistas’ políticos que mantém cargos no governo Bolsonaro e apoiam João

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O pré-candidato ao Senado, Bruno Roberto (PL), criticou lideranças políticas que estariam, ao mesmo tempo, apoiando o governador João Azevêdo (Cidadania) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Isso porque o desenho político que se configura põe João Azevêdo e os candidatos governistas apoiando o ex-presidente Lula em 2022.

“Quem conhece a nossa história sabe que não adotamos posições dúbias. É preciso ter coragem para assumir um posicionamento alinhado, tanto no Governo Federal, e que isso se irradie nos entes subnacionais. Me parece que há um certo caráter de oportunismo, sabe-se lá por quais razões, de que alguns ocupam espaços privilegiados pelo Governo Federal e também ocupam situação de subordinação frente ao Governo do Estado, coisas que são absolutamente incompatíveis, que não é o nosso caso”, declarou em entrevista à rádio Correio FM.

O seu pai, Wellington Roberto (PL), é um dos principais deputados federais do Centrão e da base do presidente Jair Bolsonaro. Ele está em negociações avançadas para apoiar o pré-candidato ao Governo do Estado pela oposição, Romero Rodrigues (PSD), e emplacar Bruno na chapa como o candidato ao Senado.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe