A Paraíba o tempo todo  |

Bruno diz que permanência no PSD depende de garantias para sua reeleição em 2024: “Caso contrário, desembarcarei”

A troca de comando no PSD paraibano continua movimentado, a política paraibana. Filiado à legenda desde 2020, quando disputou a prefeitura campinense, o prefeito Bruno Cunha Lima voltou ontem (12) em entrevista à imprensa a ser cauteloso ao comentar a decisão da executiva nacional da legenda. Segundo Bruno, sua permanência na sigla depende da garantia da sigla tanto nacional na pessoa de Gilberto Kassab como estadual da presidente estadual da sigla a senadora Daniela Ribeiro, do apoio da sigla a sua reeleição em 2024, caso não perceber essas garantias deixará o partido.

Bruno Cunha Lima condiciona sua permanência no PSD à garantia de que o partido lhe dará legenda para concorrer à reeleição, em 2024. “Caso perceba movimento em sentido contrário, desembarcarei da legenda”.

Recentemente a direção nacional do partido entregou à senadora Daniella Ribeiro o comando estadual. Sobre esse caso, o ex-presidente estadual e pré-candidato a deputado federal Romero Rodrigues, aliado de Bruno disse ter sofrido um golpe.

Da Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe