Por pbagora.com.br

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, do PSD, negou, durante entrevista essa semana, qualquer tipo de afastamento político do ex-prefeito Romero Rodrigues. Segundo ele, na atual conjuntura, com foco administrativo, o contato diário com o ex-gestor é inviável, todavia os dois continuam alinhados e aliados.

“Não, de forma nenhuma há afastamento. O contato com Romero, obviamente, não é diário, mas não existe afastamento, de forma alguma”, esclareceu.

Bruno ainda destacou que o momento pré-eleitoral é de discussões e debates internos dos partidos na tentativa de viabilização de nomes e tanto Pedro Cunha Lima (PSDB) quanto Romero estão se propondo a fazer. “Não se pode dizer que não se possa construir o consenso em torno de um só nome, o de Romero, por exemplo”, emendou.

As declarações de Bruno repercutiram em entrevista à TV Itararé, de Campina Grande.

Redação

Notícias relacionadas

Efraim já contabiliza apoio de 83 prefeitos paraibanos na corrida para o Senado

O deputado federal Efraim Filho (DEM) recebeu o apoio de mais três prefeitos engajados no seu projeto de eleição para o Senado Federal nas eleições de 2022, contabilizando agora a…

Covid-19: Paraíba registra 1079 novos casos e 18 óbitos neste domingo

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste domingo (16), 1.079 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 54 (5%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.023 (95%) são…