O presidente Jair Bolsonaro vai anunciar na terça-feira (12) que vai deixar o PSL. De acordo com a revista Crusoé, uma reunião com parlamentares apoiadores do mandatário foi marcada para as 16 horas, no Palácio do Planalto. Foi convocada também a ala ‘pró-Luciano Bivar’, presidente da sigla. Bolsonaro deve anunciar que vai criar um novo partido, ‘Aliança‘, e que os deputados que quiserem podem fazer parte, porém deixou claro que alguns deputados Federais atuais no PSL, não poderão ingressar na nova sigla, entre os quais o deputado federal e presidente estadual do PSL, Julian Lemos.

Já em entrevista ao site O Antagonista, Bolsonaro afirmou que sua desfiliação deve ocorrer em dezembro e que as assinaturas para a criação do novo partido serão colhidas por um aplicativo. Bolsonaro, que havia revelado sua intenção em criar o Partido da Defesa Nacional, revelou o nome ‘Aliança’ para a legenda.

Apesar de ter convocado os parlamentares da legenda para o encontro, alguns não foram convidados. Entre eles, o próprio Bivar e o ex-líder da bancada na Câmara, Delegado Waldir.

Além deles ainda está o deputado federal paraibano Julian Lemos, que causou polêmica ao criticar os filhos de Bolsonaro, a ex-líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann, e o porta-voz de Bivar, Junior Bozzella.

 

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Inácio Falcão defende união da oposição em CG: “É um projeto coletivo”

O deputado estadual Inácio Falcão estuda a possibilidade de se licenciar da Assembleia Legislativa da Paraíba para direcionar suas atenções ao pleito eleitoral deste ano em Campina Grande. Em outubro,…

TRE-PB mantém calendário das eleições 2020 apesar da pandemia

Apesar da suspensão de atividades presenciais em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19), o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) garantiu, nesta semana, que a preparação do órgão para as…