Por pbagora.com.br

Recém-filiado ao Partido dos Trabalhadores, o vereador Bira disse que depois do seu retorno ao partido se sente mais fortalecido e que sua filiação é motivo de orgulho para ele. A declaração ocorreu durante a comemoração do­­s 34 anos do PT realizada na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), nesta segunda-feira (17). Entre as conquistas da legen­­da, ele citou a diminuição da taxa de desemprego, o fim da política de privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso (FCH), a distribuição de renda com os menos favorecidos e afirmou que a popularidade de Dilma pode trazer mais uma vitória para o PT nas próximas eleições.

 

“Dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) comprovaram que nos primeiros anos do governo Dilma foram criados mais de quatro milhões de novos empregos, enquanto que em oito anos do governo FHC foram criados apenas 770 mil empregos. O governo do PT pôs fim ao projeto neoliberal de FHC e sua política de privatizações, foi quem enfrentou os ditames do FMI (Fundo Monetário Internacional) e das elites nacionais e internacionais. Tivemos um acréscimo de 77% em relação ao crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) motivado pelo processo de transferência de renda que o partido consolidou no Brasil”, relembrou o líder petista.

Num comparativo sobre a forma de gerir do PT, o vereador disse que em apenas um ano de governo o prefeito Luciano Cartaxo já investiu R$ 1,2 bilhões nas obras de revitalização do Centro Histórico, do Parque Solon de Lucena e em melhorias no bairro São José, muito além do que foi prometido à capital paraibana pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) no ano de 2012, que tratava de um pacote de investimento de R$ 1 bilhão para projetos que praticamente não foram iniciados, e o que foi realizado não passou de “projetos capengas”.

Participaram da homenagem o presidente estadual do PT, Charliton Machado, o deputado estadual Frei Anastácio, o vereador Benilton Lucena, a secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Socorro Borges, o representante do Diretório Nacional do partido, Rodrigo Soares, do Diretório Municipal, Edivan Silva, da CUT (Central Única dos Trabalhadores) Marcos Henrique, além de vários filiados petistas.

Mais investimentos- O deputado Frei Anastácio citou que os movimentos sociais, em especial o MST (Movimento dos Sem Terra), têm sido uma das bandeiras de luta do PT durante essas três décadas. “O MST não tem a prática só de ocupação, mas sim de construir uma reforma agrária popular baseada na agricultura familiar. Em 34 anos o Partido dos Trabalhadores fez pelo país o que os outros partidos nunca fizeram em toda história política brasileira”, pontuou.
O presidente Charliton Machado também afirmou que o partido foi o que mais fez pela reforma agrária e o que mais enfrentou a problemática do racismo no país, criou cidadania e, de forma democrática, incluiu em suas políticas públicas jovens, negros, mulheres, homossexuais, classes que antes sofriam com o processo de exclusão.

Já Rodrigo Soares apresentou dados que apontam os avanços ocasionados com o governo do PT, tido como o governo da revolução democrática. “Os números mostram o quanto avançamos: 36 milhões de brasileiros saíram da linha de pobreza, cerca de 20 milhões de empregos foram gerados nos governos dos presidentes Lula e Dilma. Atualmente somos o quinto país em investimentos internacionais produtivos. O PT multiplicou as vagas nas universidades públicas, nos Institutos Federais, investiu no Prouni (Programa Universidade para Todos) e em construção de creches em todo o país. Inclusive, aqui em João Pessoa, o prefeito Luciano Cartaxo, em um ano de governo, já construiu cerca de 43 Centros de Referência em Educação Infantil (Creis)”.

Dentro do panorama de melhorias no país, Rodrigo Soares também fez um esboço sobre os avanços na saúde através de investimentos aplicados no Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no Programa Mais Médico, entre outros.

Breve histórico- No dia 10 de fevereiro de 1980 surgia, em São Paulo, o Partido dos Trabalhadores. Entre os fundadores está o líder sindical Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com o site da legenda, o PT foi resultado da combinação entre a ideia e, principalmente, a prática de trabalhadores e trabalhadoras da cidade e do campo, militantes de esquerda, intelectuais, artistas que almejavam um instrumento de representação para promover profundas alterações nos destinos de suas histórias e da sociedade brasileira pela via democrática.

Assessoria de Imprensa

Notícias relacionadas

Mesmo sob novo comando, CMCG é criticada por ‘dormir nas suas atribuições’

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira…

Estados liderados por bolsonaristas encabeçam mortes por covid-19; veja posição da Paraíba

Um estudo feito pela unidade de inteligência do portal Congresso em Foco mostra que os estados que mais votaram em Jair Bolsonaro no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018…