A bancada de oposição na Câmara Municipal de Campina Grande, não pretende tirar vantagens políticas dos desdobramentos da Operação Famintos,desencadeada pelo Ministério Público Federal, e que resultou no afastamento de dois secretários da gestão do prefeito Romero Rodrigues, devido suposta irregularidade na gerência da merenda escolar do município.
O vereador Galego Leite (Podemos), um dos líderes do bloco, descartou a possibilidade de propor a instalação de uma comissão parlamentar de inquérito para averiguar as denúncias inerentes à Secretaria de Educação da PMCG.
“A gente tem que ter prudência”, salientou.

O vereador Olimpio Oliveira (MDB), também não aprovou a possibilidade de instalação da CPI. Olímpio afirmou que por falta de maior número de vereadores na oposição, ele acredita que um CPI não teria quantidade de votos suficientes para se estabelecer na câmara.

Ao comentar sobre as investigações que envolvem a “Operação Famintos”, Olímpio colocou em xeque todos os processos licitatórios realizados pela prefeitura campinense, não apenas na Secretaria de Educação, mas em todas pastas e ligadas à ao poder municipal.

– Todas as licitações, todos os certames, todas as concorrências da prefeitura estão sob suspeita. O chefe do setor responsável de licitações da prefeitura, também foi alvo do mandado de prisão temporária, e todos os funcionários foram afastados de forma taxativa pelo poder judiciário federal. Nós acreditamos no trabalho da Polícia Federal, da CGU, da justiça federal, e esperamos que os fatos sejam esclarecidos – afirmou.

SL
PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Léo sobre deixar PSB: “Se quiserem a minha candidatura, estarei pronto. Se não, procuro outro caminho”

A dissolução do diretório municipal do PSB em João Pessoa, do qual a deputada Estela Bezerra é presidente, não foi muito bem avaliada pelos correligionários da Capital. O vereador Léo…

João Azevêdo faz balanço dos primeiros nove meses de gestão

O governador João Azevêdo fez, nesta segunda-feira (14), um balanço dos primeiros nove meses de gestão, destacando ações em áreas como saúde, educação, segurança e infraestrutura. A inauguração do Batalhão…