Governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB) criticou ontem o que classifica como “discriminação” do candidato Jair Bolsonaro aos estados que lhe fazem oposição. É que o jornalista Boris Casoy fez a seguinte pergunta ao candidato do PSL: “Como o senhor vai se relacionar com os governadores de oposição? [na hipótese de ser eleito]”.

 

Resposta: “Vamos priorizar os governadores mais afinados conosco. Governadores que fazem oposição, pretendemos dar tratamento secundário”. Para o socialista, “Um cidadão que pretende ser presidente da República não pode fazer uma afirmação dessa, é discriminação. Ele já vai com essa intenção?”, questionou.

 

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mesmo com PSB em crise, Jackson volta a defender RC para PMJP

O presidente reeleito do diretório do PT na Paraíba, Jackson Macêdo, pelo visto ainda tem a esperança de que a crise no PSB, partido aliado, seja sanada. Coisa que até…

2020: tucano garante pré-candidatura à PMCG independente de quem Romero apoie

Irredutível, o presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento de Campina Grande, vereador licenciado Nelson Gomes Filho (PSDB), garantiu que independentemente do candidato que o prefeito Romero Rodrigues (PSD) indicar, ele…