A Paraíba o tempo todo  |

Auxiliar de RC deixa de ser ‘protagonista’ e empurra pasta com a barriga

""

O PILOTO SUMIU: auxiliar do Governo abandona papel de ‘protagonista’ e empurra importante pasta com a barriga; governador ignora problema

 

Apesar de ter tido o prestígio de ser o escolhido para comandar um dos mais importantes órgãos do Governo do Estado, o atual presidente da Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (CODATA), George Henriques de Souza, não estaria fazendo jus à confiança depositada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB).

Uma denúncia feita à reportagem do portal PB Agora dá conta que o auxiliar, além de não ter o conhecimento técnico que a pasta exige, mal comparece as dependências da Companhia e, quando resolve dar o ‘ar da graça’ na repartição, acaba atrapalhando o andamento dos trabalhos.

Ainda conforme a denúncia, o presidente, apesar de ser técnico da Codata, sequer tem interesse de aprender sobre os processos de Tecnologia da Informação do Estado, abandonando assim o papel de protagonista da Codata, para o de mero figurante de luxo, já que apesar de não trabalhar, ganha em vencimentos o correspondente ao salário de um secretário de Estado.

Para piorar ainda mais a situação da Codata, a Diretora Administrativa e Financeira da Companhia, Célia Regina Rocha Barreto, também estaria seguindo as mesmas práticas adotadas pelo presidente e gazeteando o expediente. Assim como em uma sala de aula, o aluno segue as ordens e o exemplo do professor.

“Na Codata, é do mesmo jeito e, como não existe comandante, os subordinados do ‘alto clero’ também não se importam em cumprir com as obrigações, seguindo o ditado que diz que quando os gatos saem, os ratos fazem a festa”, relatou a fonte.

O órgão, no entanto, continua em funcionamento graças ao corpo técnico, na maioria concursados, funcionários de carreira, comprometidos em suprir a ausência dos ‘comandantes’, que executam as funções independente de quem seja o Governo.

“Na Companhia, quem quiser se esconder do chefe, basta ir trabalhar. Lá você tem a certeza que não vai encontra-lo”, ironizou o denunciante.

PREJUÍZO

Mesmo com o empenho dos funcionários, alguns serviços mantidos pela CODATA ainda deixam a desejar, a exemplo do sistema do Departamento de Trânsito (Detran-PB). Nesse final de semana, o sistema apresentou incontáveis falhas além de apresentar bug através do site.

GOVERNADOR IGNORA

Apesar de defender que ninguém em seu Governo iria receber sem trabalhar, o governador Ricardo Coutinho (PSB) vem ignorando o fato e mantendo o auxiliar a frente da importante pasta. Ninguém sabe se o socialista, assim como ex-presidente Lula, não sabe do problema ou se faz que não sabe.

Quando assumiu o Governo do Estado em 2011, Ricardo primou por um corpo de auxiliares técnicos, em vez de políticos, no entanto, agora até os técnicos estão deixando a desejar.

A reportagem do PB Agora ligou para a Codata, no telefone (83) 3218-4948, na tarde desta terça-feira (05) para tentar falar com o presidente da Companhia, mas ele não estava, segundo a secretária da presidência.

PERFIL

 

George Henriques de Sousa ingressou na Codata através de concurso público, em 1998 e é o 12º presidente da Companhia. 

Essa é a primeira vez, durante os 34 anos na sua história, que a Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata) tem um profissional e técnico de seu quadro dirigindo a empresa.

Além de tecnologia em processamento de dados, George tem graduação em arquitetura e pós-graduação em gestão pública pela UEPB. Já exerceu o cargo de chefe do Núcleo Técnico de Informática da Secretaria de Saúde do Estado, de 1999 a 2002, e desde 2003, o de diretor de Informática da Assembléia Legislativa da Paraíba.

 

O QUE É A CODATA? 

Codata – empresa estatal de informática

A Companhia de Processamento de Dados da Paraíba, representada também pela sigla Codata, autorizada pela Lei nº 3.863, de 29 de outubro de 1976, é uma sociedade por ações, economia mista de direito privado, sendo o maior acionista o Governo do Estado, vinculada à Secretaria de Estado da Administração, segundo a Lei Complementar nº 67/2005. Foi criada com o propósito, de prestar serviços de informática aos órgãos centralizados e descentralizados que integram a Administração Pública Estadual.

Administrada por um conselho de Administração e por uma Diretoria Executiva, a Codata é composta de um Diretor Presidente e dois Diretores, um Técnico e outro Administrativo/Financeiro, com poderes e atribuições definidos em lei e pelo devido estatuto.

Tem como missão prover soluções, através da tecnologia da comunicação e informação, que contribuam para a modernização da Administração Pública e a excelência no atendimento ao cidadão.
 

PB Agora
 

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe