Por pbagora.com.br

Os atropelos à Constituição e à democracia sinalizados com frequência por Jair Bolsonaro acenderam o sinal amarelo no universo político. Foi-se o tempo em que as lideranças partidárias consideravam que os arroubos faziam apenas parte do “jeito de ser” do capitão reformado do Exército. A ida do chefe do Executivo a duas manifestações a favor de intervenções militares para fechar o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF) provocou uma convergência entre quadros históricos e novos expoentes da esquerda e da direita democrática que estavam distanciados. A cada novo passo que o presidente dá rumo à radicalização, articulações se intensificam nos bastidores para formar uma frente ampla e suprapartidária em defesa das instituições. São diálogos capazes de aproximar nomes tão antagônicos quanto membros do PT e do PSDB, numa frente em favor da democracia é o que pensa o vereador petista da capital Marcos Henriques.

Para o vereador pessoense é preciso deixar as divergências políticas de lado quando a democracia é ameaçada. “É preciso ser criada uma ampla frente de partidos, independentemente do viés ideológico, para fazer frente a esse governo que não dialoga com a democracia, que defende o Ai-5 e a intervenção militar”, disse.

Ainda segundo ele, é preciso ficar claro que a frente visa tão somente defender a democracia e não numa coligação partidária. “Os partidos tem que ter uma posição clara para criar uma frente ampla a favor de democracia. Não é uma frente eleitoral. O PT jamais vai se coligar ao PSDB, porque temos muitas diferenças”, comentou o petista, citando o fato de os tucanos “votaram a favor da reforma trabalhista, que acabou com os direitos dos trabalhadores. Precisamos catalisar isso para que a gente tenha uma maioria no Congresso”, disse Marcos Henriques.

 

Redação

Notícias relacionadas

Ruy se mostra contra aumento de 69% do salário de servidores federais

“Quero falar sobre um assunto que deixa a todos nós indignados”, assim o deputado federal Ruy Carneiro, iniciou um debate acerca da portaria que autoriza uma parcela de servidores federais…

“Sem noção”, diz deputado paraibano sobre Bolsonaro chamar quem fica em casa de ‘idiota’

A afirmação do presidente Jair Bolsonaro em conversa com apoiadores na manhã desta segunda-feira (17) repercutiu muito mal porque ele chamou de ‘idiotas’ as pessoas que durante a pandemia ficaram…