Não é de hoje que o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL) vem vivendo um imbróglio dentro da sigla na Paraíba. Em entrevista a imprensa radiofônica na última sexta-feira (03), Moacir revelou que já ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a desfiliação da legenda, para poder se filiar ao partido Aliança pelo Brasil, que será comandado pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Tentei, faz um bom tempo, com o pedido na Justiça para poder ter a minha desfiliação. Tive vários atritos com o atual indicado presidente, já que o partido nunca teve eleição. Estou como outros deputados em nível nacional e tenho uma pendência jurídica com o PSL. Assim que o TRE me autorizar sair do PSL irei entrar no Aliança pelo Brasil”, disse Moacir.

A celeuma entre ele e o presidente do partido na Paraíba, deputado federal Julian Lemos (PSL) já provocou vários embates entre os parlamentares. Meses atrás a tática defendida por Moacir não era sair da sigla pela justiça, mas ser expulso. “O que eu pretendo é ser expulso, se eu não for expulso vou consultar o TRE para sair do partido por discriminação” dizia o deputado, irmão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mesmo com foco na disputa pela PMCG, Ana Cláudia pode ir para Câmara Federal

Com foco na disputa pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, a secretária de Estado Ana Cláudia, pode vir a conquistar uma vaga na Câmara Federal, compondo o conjunto de parlamentares…

Prefeito de Lastro desiste de disputar reeleição e grupo deverá lançar pré-candidatura nas próximas horas

O atual Prefeito de Lastro Athaide Diniz (PSB) anunciou que não irá disputar o mandato a reeleição neste ano de 2020. O comunicado foi inicialmente feito em um grupo de…