Por pbagora.com.br

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) recebeu o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA), encaminhado pelo Governo do Estado, que estima a receita e fixa a despesa da administração estadual para o exercício financeiro de 2021. A proposta, que já está em tramitação na ALPB, prevê o investimento de R$ 13.317.790.731,00, incluindo todas as receitas, até das empresas independentes, com as deduções obrigatórias para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Quem fez uma análise a respeito foi o presidente da Comissão de Orçamento, deputado estadual Wilson Filho (PTB), onde ressaltou que a tramitação será cumprida conforme o calendário.

“Vamos debater com os representantes do Governo do Estado e dos Poderes, para que possamos conhecer o orçamento apresentado para o próximo ano. Sabemos que, do ponto de vista do planejamento orçamentário, todas as unidades orçamentárias, terão que se adequar à realidade econômico-financeira do Estado e promover um bom planejamento para contribuir e impulsionar o desenvolvimento”, afirmou Wilson.

A Lei Orçamentária Anual é elaborada com base na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece as metas e prioridades da administração pública. De forma inédita, a LDO 2021 foi aprovada pela ALPB em agosto deste ano com emendas impositivas, com a disponibilização de 0,4% da receita para essas emendas dos parlamentares. Agora, na Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária, será escolhido o relator que vai analisar a proposta encaminhada pelo governador João Azevêdo (Cidadania). De acordo com o texto do Poder Executivo, a LOA é resultante de uma análise econômica, a partir de cenários macroeconômicos do Brasil e da Paraíba.

Visa também otimizar as despesas correntes e melhorar a qualidade do investimento, onde a proposta concilia os princípios da responsabilidade fiscal com a expansão e melhoria dos bens e serviços públicos disponibilizados à população. Essa opção garante a disciplina fiscal e financeira num cenário de continuidade dos impactos da covid-19 na economia, que trará consequências ainda incertas para a retomada do crescimento nos anos subsequentes. A previsão é de que ainda neste mês de outubro a Comissão de Orçamento divulgue um calendário da tramitação da LOA 2021. O limite para a aprovação do orçamento do Estado da Paraíba para o próximo ano é de 20 de dezembro de 2020. Os membros da comissão também devem definir uma data para que seja realizada audiência pública com o objetivo de ampliar o debate e fazer com que as pessoas tenham a oportunidade de participar e sugerir melhorias para o orçamento.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vice de Bolinha na disputa pela PMCG tem registro indeferido pela Justiça

Uma decisão do juiz eleitoral, Alexandre José Gonçalves Trineto, da 16ª Zona Eleitoral em Campina Grande indeferiu o registro de candidatura de Annelise Mota de Alencar Meneguesso (PSL), que concorre como…

Juiz nega agravo da Nacional do PT contra candidatura de Anísio

  O juiz federal Rogério Roberto Gonçalves de Abreu, da Justiça eleitoral, negou agravo de instrumento da Executiva Nacional do PT nacional que solicitava a reforma da decisão do juiz…