A secretária de Finanças do Governo da Paraíba, Aracilba Rocha (PSL), desmistificou, em entrevista essa semana, a polêmica em torno do aumento da verba destinada para a comunicação e a diminuição dos recursos voltados para a segurança pública em 2014, alvo de bastantes críticas na Assembleia Legislativa nos últimos dias.

Apesar do contraste, Rocha explicou que o aumento de um não implica na retirada dos recursos destinado a outra pasta. “Na verdade ninguém está retirando a verba da segurança para aplicar na comunicação, o que acontece é que a verba destinada a segurança deixou de crescer”, explicou.

Ainda conforme a secretária, em 2013, houve mais recursos no erário porque havia recursos para a construção de unidades de sedes para a segurança pública e este ano esses recursos irão para a Suplan (Secretaria de Planejamento).

“Os recursos para a segurança são todos destinados para o pagamento da folha de pessoal da Polícia Militar e da Polícia Civil e seu custeio, mas não para obras ou grandes investimentos”, lembrou.

O único grande investimento previsto para a Segurança Pública no Estado diz respeito a implantação do Programa de Combate ao Craque, na ordem de R$ 80 milhões, porém, conforme Aracilba, ‘ninguém sabe quando vão chegar’.

“A problemática de segurança é nacional e não apenas estadual”, disse.

As declrações de Aracilba foram veiculadas em entrevista ao Programa CBN João Pessoa.

 

 

Márcia Dias

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Congresso avalia abertura do setor de saneamento à iniciativa privada

Na tentativa de reverter os baixos índices de acesso a água e esgoto tratados no país, o Congresso virou palco de uma disputa de projetos para mudar as regras para…

Seleção empata contra Nigéria e mantém sequência de quatro jogos sem triunfo

A Seleção Brasileira empatou em 1 a 1 mais um amistoso, neste domingo (13), contra o time da Nigéria. O jogo aconteceu em Singapura, às 9h de Brasília. Com o…