Por pbagora.com.br

Um dos 60 senadores responsáveis por aprovar, na noite de ontem, terça-feira (23), a Reforma da Previdência no Senado Federal, o senador paraibano, José Maranhão (MDB) agora encabeçou a defesa pela aprovação de mais uma reforma – a tributária.

O emedebista comparou o atual sistema do país a um cipoal, que na língua portuguesa significa ‘negócio intricado em que alguém se meteu e do qual não sabe livrar-se.

Para ele, o país deve aproveitar o momento para dar andamento a mudanças na cobrança de impostos, que penalizam, sobretudo, os mais carentes.

“A reforma é absolutamente necessária. Vamos ver de que forma ela vai se apresentar. O sistema tributário brasileiro é um verdadeiro cipoal que penaliza o desenvolvimento do país pela multiplicidade de tributos e muitas vezes pela injustiça de alguns tributos que dificultam o crescimento econômico, especialmente aquele que é mais importante, das camadas mais pobres da população, fazendo encarecer produtos de forma violenta, produtos como os combustíveis, os serviços essenciais da população, e penalizando a produção, a reforma tributária do país precisa acontecer de maneira a pesar menos sobre o contribuinte que é a totalidade da sociedade. Todos pagam tributos, direta ou indiretamente”, ressaltou.

As declarações do senador Maranhão repercutiram no programa Arapuan Verdade.

PB Agora

Notícias relacionadas

CCJ da ALPB rejeita texto que torna igrejas como atividade essencial na Paraíba

Na manhã desta sexta-feira (05), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) rejeitou o projeto de Lei de autoria do deputado Jutay Meneses (Republicanos),…

“Os entes federados estão no limite de suas forças e possibilidades”, dizem governadores

Na noite dessa quinta-feira (04), o governador da Paraíba João Azevêdo, juntamente com outros 13 chefes de Executivo estadual, encaminharam ao presidente da República Jair Bolsonaro, uma carta pedindo adoção…