Por pbagora.com.br
 
 

O governador João Azevêdo fez uma breve avaliação do ano de 2020 para o estado paraibano. Em entrevista à emissora de rádio de João Pessoa nesta sexta-feira (11), o chefe do Executivo declarou que não pode afirmar que foi um ano extremamente produtivo ou feliz para gestão, no entanto, João avaliou que o equilíbrio da gestão teve condições e enfrentar a pandemia e apresentar resultados.

João destacou que o ano de 2020, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, foi de sofrimento, porém, a administração estadual conseguiu dar resultamos mesmo diante de uma grave crise sanitária global. “O estado teve condições de enfrentar a pandemia, disponibilizar leitos de UTI e enfermaria com estrutura médica, mas ao mesmo tempo teve condições de fazer uma gestão fiscal extremamente eficiente que permitiu ao estado assinar dois empréstimos com organismo internacionais exigentes e só com as condições absolutamente ideais é que são assinados esses contratos”, argumentou João.

Em 2020, a Paraíba assinou contratos no valor de US$ 45 milhões, que somado a outros totalizam aproximadamente US$ 56 milhões para investimentos na Saúde. João lembrou ainda que, para investimento na estrutura hídrica, a soma dos contratos assinados é de cerca de US$ 207 milhões. “Isso só foi possível em função dos resultados que esse estado teve mesmo diante da pandemia. Essa é a capacidade que o estado teve de fazer a gestão fiscal correta e ao mesmo tempo implantar políticas públicas”, comemorou.

De acordo com o chefe do Executivo, o equilíbrio financeiro da Paraíba fez com que o estado conquistasse saldo positivo por quatro meses seguidos na geração de emprego e essa é a prova que 2020, segundo João, foi um ano muito bom para a gestão, diante do quadro que se apresentou. “Entretanto, foi um ano muito triste pelas mais de 3 mil mortes que tivemos na Paraíba, pelos 150 mil casos de covid, mas também festejar pelas mais de 120 mil pessoas que se curaram da covid”, analisou o governador.

 

PB Agora

 
 
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Opinião: Marmuthe Cavalcanti dissemina fake news sobre agência da CEF no Valentina

Certa vez o filósofo grego Aristóteles, com toda sua sapiência disse: “Que vantagem têm os mentirosos? A de não serem acreditados quando dizem a verdade”. Pois bem, o vereador de…

Livro-bomba de Eduardo Cunha: Tchau Querida – O Diário do Impeachment

A história é implacável contra a mentira. Mais cedo, ou mais tarde, a verdade sempre virá à tona. Mesmo que seja a conta-gotas. O golpe parlamentar perpetrado contra a ex-presidente…