Por pbagora.com.br

Apesar de já ter tomado a decisão de não disputar nenhum cargo eletivo nas eleições de 2018, a disposição do governador Ricardo Coutinho, de permanecer no mandato, para alguns aliados, ainda pode ser revertida.

O deputado estadual Anísio Maia, por exemplo, ressaltou o despojamento do socialista, mesmo com a popularidade em alto, mas ressaltou que até abril muita coisa pode mudar.

“Aconteceu isso com Burity, mas ele não concorreu porque estava com a popularidade lá em baixo à época, já no caso de Ricardo, a popularidade dele é lá em cima. É um certo despojamento, mas vai continuar na política. Mas amanhã podem mudar as nuvens, na política ninguém sabe, mas com mandato ou sem ele vai continuar na política e com o mesmo prestígio, não tenho a menor dúvida”, ressaltou.

Ele acredita que Ricardo tomou a decisão de ficar no governo com base em dados e por isso se mantém firme no propósito de eleger seu sucessor.

“Ricardo Coutinho é um grande estrategista. Eu não tenho os dados suficientes, porque eu não convivo a conhecer tudo o que está posto na mesa para dizer se foi certo ou não, mas eu confio no sentido que ele tem. Ele é experiente, é estrategista, está de posse de dados que eu não tenho nem possuo, então naturalmente a decisão dele deve ter fundamento e deve ter segurança, além de que mostra um despojamento”, arrematou.

No grupo, vários aliados mantém o posicionamento de que Ricardo está abdicando de uma eleição ganha para o Senado por ser um estadista, lutando para que o projeto de desenvolvimento implantado em 2011 tenha continuidade.



PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mídia nacional destaca favoritismo de Cícero Lucena no 2º Turno em João Pessoa

Em texto publicado pelo jornalista João Pedro Pitombo, na Folha de São Paulo, o candidato à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) Cícero Lucena, do PP, é colocado como favorito…

Vereadora eleita revela que oposição está unida pela presidência na CMCG

Eleita para o primeiro mandato na Câmara Municipal de Campina Grande, a líder comunitária Maria de Fátima Melo Silva, ou simplesmente “Dona Fátima”, defendeu em entrevista as rádios Correio FM…