Por pbagora.com.br
 
 

Na política, as mancadas dos noviços com mandato são aceitáveis, e até perdoáveis. Faz parte, admitamos.

Assim como também faz parte de alguns momentos dos iniciantes no jornalismo (os chamados “focas”) as famosas “barrigadas”, ou seja: notícia sobre o que não aconteceu.
As “barrigadas” ocorrem, geralmente, quando não se checa a informação, mas sem má-fé; uma atitude desprovida de dolo.

Mas nem tudo é aceitável – tampouco perdoável -, tanto da parte dos “focas” do jornalismo, como da parte dos “focas” da política.

Não é aceitável, por exemplo, este “deslize” cometido agora pelo nobre e estreante deputado, Wallber Virgolino, que divulgou uma informação segundo a qual, na Granja Santana, residência oficial do Governo da Paraíba, estava sendo montado um baita cenário de “festão”, provavelmente, para as comemorações de fim de ano, conforme amplamente divulgado pela imprensa.

A “prova”: a imagem de uma tenda montada no pátio da residência oficial do Governo do Estado, que apareceu ao fundo de uma filmagem de emissora de TV durante entrevista concedida pelo governador João Azevedo.

A farsa: a tenda, supostamente montada num fabuloso cenário de festa de fim de ano, está ali, naquele mesmíssimo lugar, desde o mês de junho, quando foi armada para oferecer sombra aos assessores e motoristas a serviço dos importantes habitantes e frequentadores da Granja.

Amadorismo

O erro foi tão grosseiro que o Governo do Estado, através da sua Secom, não perdeu tempo, deitando e rolado sobre a “barrigada” espalhada pelo deputado Wallber Virgolino, com o alerta de que produzir ou simplesmente compartilhar notícia falsa é “crime passível de punição”, conforme foi noticiado neste portal.

Corrigindo: “barrigada”, não. Porque este tipo de deslize se comete sem má intenção. E quando a notícia inverídica está eivada de dolo, cabe-lhe melhor o estrangeirismo fake news. Principalmente no Brasil atual, em que o candidato a presidente apoiado pelo deputado Wallber Virgolino, o “mito” Jair Bolsonaro, se elegeu também com a ajuda de uma fabulosa máquina de produzir fake news.
E, pelo visto, tá fazendo escola…
The End

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: a maldade das fake news implantadas por Bolsonaro, a vacina e a luta pela vida de Maranhão

“O senador José Maranhão (MDB) faleceu”. Essa “fantasia” maléfica hoje chamada de fake news é um exemplo clássico das notícias falsas, em bom português. E a do emedebista causou dor…

Cícero evita contabilizar quantos vereadores terá na base e ressalta: “Estamos conversando com todos”

Nesta quinta-feira (21), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), declarou que no momento não há uma preocupação sobre quantos vereadores estarão na sua base na Câmara Municipal ou…