O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, em nome de todos os deputados e servidores da Casa de Epitácio Pessoa, vem a público lamentar o falecimento da ex-deputada estadual Lúcia Braga. Ele também decretou luto do Poder Legislativo por três dias.

Lúcia Braga estava internada no Hospital Nossa Senhora das Neves e não resistiu a uma infecção urinária.

Assistente Social por formação, Lúcia Braga foi a primeira mulher paraibana eleita deputada federal, participou da Assembleia Nacional Constituinte em 1988 e ainda foi eleita mais duas vezes para a Câmara Federal (1991-1995 e 2003-2007).

Em 1998 foi eleita deputada estadual após disputar sem sucesso a Prefeitura de João Pessoa e o Governo do Estado. Esposa do ex-governador Wilson Braga, Lúcia ainda foi a primeira-dama do Estado, onde se notabilizou com a alcunha de “mãe dos pobres” pelo seu trabalho dedicado aos mais pobres.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

DEU NA VEJA: Investigações de corrupção contra RC avançam

A coluna Radar da publicação online da Revista Veja deste sábado, dia 30, traz a informação de que as investigações, no âmbito da Operação Calvário, contra o ex-governador da Paraíba,…

Em artigo, Efraim aborda covid-19, crédito a empresas e o perigo da burocracia

Em artigo publicado em suas redes sociais nesta sexta-feira (29), o deputado federal Efraim Filho (DEM) fez abordagens sobre a Covid-19 e seus impactos na economia, sobretudo para empresas, que…