A Paraíba o tempo todo  |

AL discute investimentos da LOA 2021 na Saúde durante Audiência Pública

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) voltou a debater, nesta quinta-feira (3), a Proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) para o ano de 2021 em Audiência Pública temática sobre a área da Saúde do Estado. O evento, que aconteceu de forma remota através de videoconferência, foi presidido pelo deputado Wilson Filho e contou com a participação do relator da LOA, o deputado Tião Gomes.

Esta é segunda audiência realizada pela ALPB para, junto com autoridades, autarquias e membros da sociedade civil organizada, apreciar o orçamento do próximo ano. O Projeto de Lei 2.211/2020, de autoria do Governo do Estado, prevê orçamento de R$ 13.317.790.731,00 (treze bilhões, trezentos e dezessete milhões, setecentos e noventa mil e setecentos e trinta e um reais) incluindo todas as receitas.

O deputado estadual Wilson Filho, que preside a Comissão de Orçamento da Assembleia, lembrou que o ano de 2020 foi atípico, devido à pandemia do novo coronavírus, resultando em um redirecionamento dos investimentos previstos para a Saúde. Para o deputado, o debate serviu justamente para saber do Governo do Estado quais serão as ações previstas para o pós-pandemia.

“A Saúde é uma temática muito importante para o orçamento do próximo ano, principalmente, porque 2020 foi marcado pela pandemia, por uma mudança drástica nos investimentos na área. Também mudou a prioridade desses investimentos e nós todos precisávamos saber o que a equipe técnica do Governo do Estado pensa sobre o próximo ano”, declarou Wilson.

O secretário de Estado da Saúde Geraldo Medeiros fez uma retrospectiva do ano de 2020, que em decorrência da pandemia redirecionou a despesa estadual para a aquisição de novos leitos, insumos e testes para atender à população vítimas da doença. “O Governo do Estado conseguiu aumentar o número de leitos hospitalares com a reforma e a ampliação de três hospitais, além da implantação do hospital de campanha”, explicou o secretário.

Para o ano de 2021, a Secretaria de Estado da Saúde estima despesa total de R$ 1.522.073.368,00 (um bilhão, quinhentos e vinte e dois milhões, setenta e três mil, trezentos e sessenta e oito reais) e investimentos no valor de 150.935.898,00 (cento e cinquenta milhões, novecentos e trinta e cinco mil, oitocentos e noventa e oito reais). Geraldo Medeiros anunciou reformas, ampliações de leitos, implantações de alas cardiológicas, além da instalação de equipamentos como tomógrafos em unidades de saúde de várias regiões e municípios do estado, a exemplo de João Pessoa, Campina Grande, Picuí, Solânea, Sousa, Itaporanga, Monteiro e Guarabira. O tomógrafo do Hospital Regional de Cajazeiras, fruto de emenda parlamentar de Wilson Filho, começará a funcionar em 15 dias – de acordo com Geraldo.

Outra importante obra que está sendo construída com recursos destinados por Wilson Filho, é o Hospital da Mulher, que está sendo construído na antiga sede da Maternidade Frei Damião. O parlamentar destinou cerca de R$ 50 milhões dos R$ 65 milhões necessários para a construção do hospital. De acordo com Geraldo Medeiros, as obras estão em estágio avançado e a unidade hospitalar deve ser entregue nos primeiros meses de 2021.

 

Redação com Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe