Os organizadores da Marcha da Maconha na Paraíba não poderão contar com o apoio do Poder Legislativo estadual para o evento previsto para acontecer no próximo dia 3. A Assembléia Legislativa da Paraíba aprovou, por unanimidade, na tarde desta terça-feira (24) Moção de Repúdio à realização da Marcha, que tem como bandeira de luta a legalização do uso da maconha no Brasil.

“As drogas são a maior mazela da nossa sociedade. Está aí o Rio de Janeiro como exemplo de que como elas podem destruir a paz de uma cidade”, declarou o deputado estadual Aguinaldo Ribeiro (PP), autor da proposta. Segundo ele, a Marcha da Maconha é inoportuna e criminoso, por fazer apologia às drogas.

É a segunda vez que os defensores da legalização da maconha tentam realizar a Marcha na Paraíba. O evento sempre provoca polêmica e gera debates sobre o tema. A Marcha da Maconha é promovida pela Ong Nacional Plantando a Paz, com sede em Curitiba.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governador nomeia novo procurador-geral do Tribunal de Contas do Estado

O governador João Azevêdo (PSB) já escolheu o novo procurador-geral do Ministério Público de Contas do Tribunal de Contas do Estado e a indicação recai sobre o nome de Manoel…

Deputado critica Cartaxo por proibir Feira Agroecológica, em João Pessoa

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) repudiou, nesta semana, a decisão da Prefeitura de João Pessoa que proibiu a realização da Feira Agroecológica do Ponto de Cem Réis, organizada por…