O deputado federal e líder da maioria na Câmara dos Deputados, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) participou nesta quinta-feira (26) da sessão solene do Congresso, que promulgou parte da proposta de emenda à Constituição (PEC 102/2019) que viabiliza o leilão do excedente de petróleo da cessão onerosa do pré-sal.

A proposta foi promulgada após um acordo entre o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), para agilizar os trâmites, já que, como sofreu alterações no Senado, o retorno do texto à Câmara poderia atrasar o calendário. Com isso, ela foi dividida e  foram aprovados os trechos que são consenso entre as duas Casas, incluindo a parte que libera a realização do megaleilão do pré-sal.

Aguinaldo destacou a importância da promulgação nesta quinta-feira.

“A promulgação desta emenda constitucional é muito importante. A estimativa é de que com a licitação a União arrecade cerca de 106 bilhões de reais em bônus de assinatura, caso todas as áreas sejam arrematadas. Com a aprovação do restante do texto da PEC na Câmara, parte desses recursos deverá ser dividida entre estados e municípios ” disse o parlamentar paraibano.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: João Azevêdo encontra inspiração em Tom Jobim para aplacar a fúria de Ricardo Coutinho

O governador João Azevêdo (sem partido) acertou, mesmo sem saber, o tom do “Samba de uma nota só”. Ele foi beneficiado pelas leis do acaso, quando “permitiu” que o mestre…

Ainda hoje: PB Agora/Datavox divulga números da corrida eleitoral pela prefeitura de Pedras de Fogo, para 2020

O portal PB Agora, em parceria com o Instituto Datavox, divulga nesta segunda-feira (09), os números da corrida eleitoral pela prefeitura de Pedras de Fogo. O resultado deverá trazer o…