Por pbagora.com.br

O ministro das Cidades Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), saiu em defesa do programa Mais Médicos, que criou polêmica ao trazer profissionais estrangeiros para atuar no país. "Isso é o novo. O velho é dizer que a saúde não tem cura", disse o ministro paraibano. Mesmo não sendo um programa de sua pasta, Ribeiro deu sua opinião:

"Temos sorte de ter uma presidente de coragem para enfrentar esse problema", frisou.

 

""Enfatizando que oposição está dando prioridade a um discurso voltado para a disputa eleitoral do ano que vem, Aguinaldo Ribeiro defendeu que os anúncios de maior investimentos feitos pelo Governo Federal em saúde demonstram que a presidente Dilma (PT) está realizando ações sem "se preocupar com o próprio nome, mas com um princípio: beneficiar quem mais precisa".

 

No início deste mês, a Paraíba recebeu mais 9 médicos estrangeiros, sendo oito cubanos e um português. Além disso, há também um médico brasileiro formado em Cuba, contabilizando 22 profissionais com formação estrangeira atuando no Estado, e 74 brasileiros, os dados foram disponibilizados pela Secretária Estadual da Saúde

 

A Paraíba receberá mais 79 médicos estrangeiros para atuar por meio do programa Mais Médicos. Segundo informações do Ministério da Saúde, os profissionais começarão a atuar nos municípios paraibanos a partir do mês que vem. O anúncio da chegada dos médicos, todos de nacionalidade cubana, foi feito pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

 

Os médicos que chegarão à Paraíba, juntamente com mais 2.921profissionais cubanos que serão distribuídos nos outros Estados inscritos no programa, estão participando, em Brasília, do módulo de acolhimento e avaliação do programa do governo federal, cuja duração é de três semanas.Ainda conforme informações do Ministério da Saúde, ao finalizar a etapa das aulas, os médicos farão uma avaliação e os aprovados nesta fase seguem para uma semana de acolhimento nos Estados, antes de começarem a atuação nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos municípios.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PF monitorou entrega de propina a ex-deputado Benjamin Maranhão

A Polícia Federal monitorou durante a investigação da Operação Poço sem Fundo a entrega de R$ 35 mil em propina para o ex-deputado Benjamin Maranhão, relata Fabio Serapião na Crusoé. O…

Aberto ao diálogo: Marcílio do HBE não descarta marchar na base de Cícero

O vereador Marcílio do HBE, eleito em João Pessoa pelo Patriotas, afirmou com todas as palavras que seu posicionamento na Câmara, seja de oposição ou governista, dependerá do prefeito eleito…