Ainda sobre o imbróglio político que envolveu o Partido Socialista Brasileiro (PSB), o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), voltou a defender o restabelecimento da unidade da legenda e a paz entre o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e o atual governador, João Azevedo (PSB).

Adriano reafirmou que nos 14 anos de convivência de Ricardo e João devem ter ocorrido alguns desentendimentos e reconciliações, no entanto, pontuou que, dessa vez, para a paz ser firmada, é necessário que Coutinho reconheça que errou, e, a partir daí, busque um entendimento com Azevedo.

“Se vai haver, ou se não vai, eu não sei, porque, sinceramente , eu convivi pouco com Ricardo e muito menos com João, eu não sei o temperamento deles”, completou o parlamentar, afirmando que, a preço de hoje, a reconciliação não vai ser fácil, mas reconhecendo que o ser humano é passível de entendimento e diálogo.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em nota, PT-PB repudia ato de Bolsonaro contra Congresso: “A sociedade deve reagir”

Em nota, o PT da Paraíba repudia os atos convocados pelo presidente Jair Bolsonaro conclamando o fechamento do Congresso Nacional. O comunicado ressalta que a Democracia nunca esteve tão ameaçada…

PATOS: arquivamento pode não alterar afastamento de Dinaldinho

Após o Ministério Público decidir pelo arquivamento da ação Civil movida contra Dinaldinho (PSDB), prefeito de Patos afastado do posto no âmbito da Operação Cidade Luz – que investigou a…