Por pbagora.com.br

Contrariando tudo o que orienta a Organização Mundial de Saúde, o deputado federal bolsonarista e ex-ministro da Saúde no Governo Temer, Osmar Terra, do MDB do Rio Grande do Sul, condenou a quarentena e a tese do ‘fique em casa’ adotada por vários países para conter a pandemia do coronavírus e assegurou que as medidas não valem de nada. A declaração foi dada durante entrevista ao programa Arapuan Verdade, na tarde desta segunda-feira (08).

Para Terra, essa política de combate com medidas restritivas não resolve o problema da pandemia. “Quarentena não serve para nada. Estamos sendo cobaias de uma experiência que não tem comprovação nenhuma. É um absurdo submeter a população a isso”, disparou.

Terra lembrou que presenciou três pandemias no Rio Grande do Sul e que agora o que prevalece são os profetas do apocalipse que pregaram a morte de milhões de pessoas, aliadas às televisões que apavoram o mundo.

“Vivi três pandemias no Rio Grande do Sul e eu posso dizer que essa quarentena não serve para nada. Tem um protocolo científico que vários países seguem e que dá efeito. A China teve quatro mil mortes, mas eles conseguiram bloquear uma província e conseguiram manter toda a economia, controlando e mostraram que o vírus não era uma coisa de sete cabeças. Quando me perguntaram se iam ter muitos mortos eu falei vai ser algo próximo ao H1N1. Esse lockdown os governantes ficaram com medo, se assustaram e passaram a adotar. Teve um efeito manada. Então nessa discussão entra os profetas do apocalipse que pregaram a morte de mais de 1 milhão de pessoas. A televisão apovorando todo mundo. Essas epidemias tem um ciclo, que duram 13 semanas e isso ninguém diz”, explicou.

O parlamentar acredita que o que surtirá efeito no combate ao coronavírus é a centralização do tratamento nos grupos de riscos. “O que tem efeito é proteger o grupo de risco, o Japão está mostrando isso. Sem fechar nada. Comparem os países que fecharam tudo e os que não fecharam os resultados são muito melhores naqueles que souberam agir com os grupos de risco”, emendou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“É hora de JP ter prefeito e governador trabalhando juntos”, diz Cícero

“João Pessoa precisa de Cícero. E eu, preciso de Cícero na prefeitura para fazer mais por João Pessoa”. Destacou o governador João Azevêdo (Cidadania) que abriu o guia eleitoral do…

Opinião: a disputa pela PMJP e a indefinição sobre encarar a cruz do confronto ou apostar na espada das propostas

Faltam pouco mais de 20 dias para a realização das eleições municipais e cada dia é precioso em busca de conquistar novos votos e apoiadores, sobretudo na capital paraibana que…