Na manhã desta terça-feira (14), o vereador João Almeida (SD) criticou o decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que facilita o porte de arma para profissionais como advogados, caminhoneiros e políticos eleitos. A declaração do parlamentar na Câmara Municipal de João Pessoa foi vista como surpresa, já que o parlamentar é eleitor de Bolsonaro.

Polícia Rodoviário Federal, João Almeida fez campanha para o atual presidente, no entanto, afirmou que o decreto é “um devaneio e um absurdo sem tamanho”. O vereador disse que a tendência em países desenvolvidos é justamente incentivar o desarmamento.

João Almeida ressaltou que s Segurança se promove com educação e melhores salários para as polícias e questionou: “O presidente quer que o Brasil vire um faroeste?”.

O vereador convocou a CMJP a se mobilizar de forma contrária a iniciativa de Bolsonaro. “Não tem uma cidade no mundo em que haja diminuição de criminalidade com liberação de armas. Essa Câmara tem que debater esse assunto e temos que fazer um levante nacional contra as armas porque isso vai gerar muitas mortes de inocentes”.

 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian crava Nilvan Ferreira candidato do PSL à PMJP: “Por mim já está decidido”

O deputado federal Julian Lemos (PSL), confirmou em contato com a reportagem do PB Agora que o nome do partido em João Pessoa é o do radialista Nilvan Ferreira. Julian…

Tyrone volta a defender chapa com Zenildo, em Sousa para 2020: “time que se ganha, não se mexe”

Durante entrevista coletiva na manhã de ontem (19), o Prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), voltou a defender a dobradinha com Zenildo Oliveira nas eleições de 2020. A resposta veio…