Eu sou muito amigo dos irmãos Grimm. Em tempo, para os que não o conhecem, foram autores de obras como  Rapunzel, João e Maria, Cinderela, O Pequeno Polegar, A bela adormecida e  Branca de Neve. Importante lembrar que todos os títulos foram escritos no século XVIII.  Teoricamente, o público alvo eram crianças e adolescentes, contudo, pelo apelo sexual, rusgas envolvendo as personagens e outras conotações perfeitamente advindas  da natureza humana, os “excesso” foram retirados e tudo foi transformado em belo conto de fadas para não chocar o público.

Agora dando um pulo no pulo e chegando aos dias atuais, especificamente o desejo do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, em disputar a prefeitura da Capital em 2020, tem muito em comum à maquiagem imposta às personagens dos Grimm. Sim, tem,  especialmente por terem, seus adversários, fartos dossiês que, mesmo sendo absolvido, pesa contra ele um passado que daria medo aos criadores de Rapunzel e suas tranças cor de mel.

Mas vamos aos fatos de direito: o vice-prefeito foi conduzido nesta quinta-feira (11) à presidência do Solidariedade da Paraíba,  e na ocasião ratificou o desejo de disputar a Prefeitura Municipal de João Pessoa em 2020. Uma coisa é desejar, outra é poder, pois, ao expor um ano antes à data que antecede o pleito, Manoel  Júnior mostra todo o seu “telhado de vidro”.

A começar pelas idas e vindas para os braços do seu “patrão”, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo.  Talvez exista na cabeça de “Mané” a esperança em conseguir um “picolé de manga” ou coisa do tipo, por não ter logrado êxito nas eleições passadas, quando disputou  uma vaga para a Câmara Federal. 

Naquele tempo, como os Grimm costumam falar em suas fábulas, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), abriu o jogo sobre o rompimento com o vice Manoel Junior, que o mesmo anunciou apoio à candidatura de José Maranhão ao governo do estado, deixando na “berlinda” a xérox chamada Lucélio Cartaxo. 

Então é aquela coisa: os Cartaxo perdoarão Manoel Júnior ou só estão tragando o mesmo por razões políticas? Mas agora vem mais bomba. Pesa na ficha do senhor vice-prefeito : 

1 – A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão em um apartamento que pertence a Manoel Junior (MDB), em 2018. Durante uma operação que investigava suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Ele foi alvo do mandado expedido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. 

2- Em nota à imprensa, divulgada em 2015, o então deputado federal Manoel Junior (PMDB-PB) negou veementemente as acusações de participação no assassinato de um vereador na Paraíba. O parlamentar, um dos cotados para assumir o Ministério da Saúde da época, foi citado no relatório final da CPI que investigou grupos de extermínio no Nordeste, em 2005, a CPI da Pistolagem. Ele, no entanto, afirma que não há nenhuma testemunha no relatório da comissão declarando “que ele tenha encomendado a morte de quem quer que seja”.

3 – O ex-deputado federal e atual vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior,  foi citado em 2017,  pelo então Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, suspeito de integrar uma suposta organização criminosa, que seria comandada pelo ex-presidente Michel Temer (MDB). Na lista de Janot, também aparecem os nomes de outros políticos do então PMDB Na época Manoel Júnior integrava as hostes “peemedebistas”.

Como os leitores podem constatar, o colunista fez uma rápida busca no “passado” daquele que já se coloca na condição de suposto postulante a prefeito da Capital. Contudo, visto que ele será alvo de intensa artilharia da oposição, fosse mais prudente para ele buscar algo em  Pedras de Fogo.  Lá, foi ele prefeito e é plenamente aceitável a figura do “coronel”.

Em tempo, as acusações contra o senhor Manoel Júnior partiram da Justiça e órgãos afins, em “rito” de denúncia. Nada foi provado contra “Mané”, mas a “pulga atrás da orelha” vai ser solta em 2020. Pode ter certeza”

 

Eliabe Castor
PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano representa o Senado em evento de Turismo realizado em João Pessoa

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) esteve nessa sexta-feira (18), ao lado do governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), participando da abertura da 9ª edição do JPA Travel Market,…

João realiza visitas técnicas e anuncia investimentos em Alhandra

O governador João Azevêdo realizou, neste sábado (19), visitas técnicas às obras de construção de uma unidade escolar e do Centro de Distribuição do Magazine Luiza, no município de Alhandra.…