Ontem (06) a defesa de Wellington Viana França pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o mesmo benefício de soltura concedido ao empresário Roberto Santiago também seja aplicado ao ex-prefeito.

Roberto Santiago, investigado na Operação Xeque-Mate, foi solto após uma liminar concedia pelo STF no dia 23 de julho. Agora, a defesa de Leto pede que a liminar assinada por Dias Toffoli se estenda para o ex-gestor, como também para Antônio Bezerra do Vale Filho, Leila Maria Viana do Amaral e Lúcio José do Nascimento Araújo, presos desde abril de 2018.

“Pedimos que a decisão de Roberto Santiago pudesse amparar o nosso constituinte. O pedido foi feito no dia 24 de julho e o ministro do TRF pediu esclarecimentos ao juiz da 1ª Vara de Cabedelo. Acreditamos que esse despacho do ministro foi bom para que possamos trabalhar a soltura dele perante ao Supremo” disse o advogado Jovelino Delgado.

 

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Alhandra

Uma grande operação do GAECO, da Receita Estadual, da Polícia Civil e do Tribunal de Contas do Estado foi deflagrada uma operação na manhã desta sexta-feira (10), contra fraude em…

Mulher é atingida por seis tiros após impedir filho de ser assassinado na PB

Uma mulher foi atingida por seis tiros após impedir filho de ser assassinado, em Lucena, no Litoral da Paraíba. O caso que movimentou a área policial aconNteu na madrugada desta…