Por pbagora.com.br

 Françoise de Souza Oliveira, a esposa do embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis, confessou a participação na morte do marido, de acordo com o Jornal O GLOBO. No início da tarde desta sexta-feira, 30, a Polícia Civil do Rio de Janeiro havia pedido sua prisão à Justiça.

 

Segundo a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), além dela, outras três pessoas planejaram o crime: o seu amante, o policial militar Sergio Gomes Moreira Filho – que confessou o assassinato – e dois cúmplices que não tiveram a identidade revelada.

 

CRIME

O policial contou em depoimento que houve luta corporal e que ele usou a arma de Amiridis para assassiná-lo. Segundo a Polícia, o diplomata grego foi morto dentro de casa e depois arrastado para o carro.

 

O embaixador estava desaparecido desde a última segunda-feira ,26, e teve o corpo encontrado nesta sexta ,30. O desaparecimento foi comunicado pela própria embaixatriz, que tem uma filha de 10 anos com o marido.

 

VÍTIMA

Kyriakos Amiridis trabalhava em Brasília desde janeiro de 2016. Ele também foi cônsul no Rio de Janeiro entre 2001 e 2004. Antes de ir para Brasília, atuou por três anos como diplomata na Líbia.

 

 

Redação O POVO Online

 Foto: Fabiano Rocha

Notícias relacionadas

Suspeito de tentar arrombar empresarial é preso na orla de JP

A Polícia Militar prendeu um suspeito que tentou arrombar um empresarial, na madrugada desta quarta-feira (12), na Avenida Olinda, no bairro de Tambaú, orla de João Pessoa. O homem, que…

Suspeito de assalto é preso após ser detido e agredido por moradores, em JP

Um homem suspeito de assalto foi deito após ser alvo de agressões por parte de moradores no bairro do Cristo, em João Pessoa. A polícia foi acionada e realizou a…