Uma pessoa foi assassinada e duas baleadas, às 23h10 de sábado (14), na cidade de Bayeux, Região Metropolitana de João Pessoa.

 

O pedreiro Ednaldo Márcio dos Santos, 40 anos, foi atingido por um tiro de revólver, nas costas, e morreu, quando se encontrava na Rua Chico Mendes, Conjunto Mário Andreazza. No mesmo episódio também saíram feridos a companheira dele, Eulália Santos Martins, 29 anos, e o filho do casal, E. M. S., 7 anos.

 

A mulher foi ferida no braço e nas costas e a criança foi alvejada na coxa. Ambos foram socorridos para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, e estão fora de perigo de morte.

 

De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), o pedreiro tinha envolvimento com drogas. A polícia informou ainda que nas redondezas do local dos crimes nenhuma pessoa soube informar maiores detalhes, resumindo-se a dizer que apenas ouviram os estampidos dos tiros.

 

A PM informou também que o homicídio e as duas tentativas de homicídio foram cometidos por mais de um homem, e não há pistas dos assassinos.

 

Edvanildo Lobo

 

PB Agora

 

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Casal é preso pela PRF na Paraíba com duas armas de fogo

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba prendeu, na noite dessa quarta-feira(27) no Sertão do estado, um casal com duas armas de fogo. Os policiais realizavam fiscalizações na BR 230, nas…

Foragido da justiça de Alagoas é preso pela PRF em Campina Grande

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba prendeu na tarde desta quinta-feira (28), em Campina Grande, um foragido da justiça de Alagoas. A prisão ocorreu durante a Operação Tamoios, ação da…