A Paraíba o tempo todo  |

Turistas de Brasília são agredidos durante discussão em pizzaria, na capital

 Um pai e um filho moradores da cidade de Brasília, que estão de férias na capital paraibana, foram agredidos durante uma discussão em uma pizzaria no bairro de Tambaú, na orla de João Pessoa. Eles há oito dias de férias na capital paraibana e estavam aguardando a retirada de uma pizza no estabelecimento. Em determinado momento, segundo relato de uma das vítimas à TV Cabo Branco, eles ouviram um “riso engraçado” e fizeram uma brincadeira entre eles, dando início a toda confusão.

“Foi uma coisa muito inesperada. Nós ouvimos uma risada estranha e nós brincamos. Daí o pessoal veio em nossa direção. E eu fui perguntar do que se tratava e eles foram muito agressivos. Meu filho me tirou do local e eu acabei caindo. A agressão que era pra eu sofrer, meu filho quem sofreu e perdeu dois dentes. Daí começou uma coisa que eu não imaginei que tivesse esse desfecho”, disse o turista

Segundo as vítimas, as agressões foram praticas por quatro homens. “Na hora que me aproximei do meu pai, quando vi que estava a ponto de começar a agressão, eu percebei que já tinha quatro homens e um veio logo de trás. Foi esse que desferiu o golpe, que seria pro meu pai e acabou em mim”, explicou.

Os turistas revelaram ainda que, apesar de terem tentado contato, não tiveram retorno da Polícia Militar e nem do Samu. “Tentamos manter o agressores ocupados, enquanto o meu pai ligava para a polícia, e pedindo auxílio ao restaurante, mas ninguém fazia nada. Liguei mais de 9 vezes para a polícia, mas ninguém apareceu. No final, a atendente disse que estavam em início de greve e que levava umas duas horas para atender a ocorrência. Só que já estávamos lá há mais de duas horas”, contou.

Pai e filho feridos decidiram ir embora e procuraram socorro médico em no Hospital de Trauma da capital. O mais novo, que estava com mais ferimentos, fez tomografia e raio-x, além de receber pontos na boca.

Depois, contaram que ainda foram em delegacias e em postos da PM. “Não nos atenderam, apesar de ter viaturas na frente”, adiantou.

Eles informaram que registraram as placas dos carros e que ainda pretendem registrar a queixa na polícia.

Da Redação com TV Cabo Branco

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe