Foto: divulgação / PRF

O trio agia na Capital a pelo menos um ano. Eles usavam bloqueadores de alarmes para abrir os veículos e furtar objetos deixados no interior dos carros

A Polícia Rodoviária Federal prendeu na tarde de deste sábado (31) três homens acusados de praticar furtos a pertences deixados no interior de veículos. O carro usado pelos criminosos também era roubado. O trio vinha agindo à pelos menos um ano na grande João Pessoa.

As prisões ocorreram durante abordagem ao veículo Toyota Etios, na Unidade Operacional de Bayeux. O veículo aparece em várias imagens de circuitos de segurança de estabelecimentos comerciais. Para dificultar a ação da polícia, os homens utilizavam um veículo clonado, que apesar de não ter restrições quando consultado apenas pela placa, tratava-se de um automóvel roubado em março deste ano em Recife.

Foto: divulgação / PRF

Os homens escolhiam suas vítimas, preferencialmente mulheres, que entravam em estabelecimentos comerciais como academias de musculação e bares. Após escolherem as vítimas, eles usavam bloqueadores de alarmes, sendo que as vítimas trancavam os veículos com o alarme mas o sistema não era ativado em virtude do bloqueador. Após isso, eles disfarçavam, aproveitavam o momento certo para agir em segurança, retiravam todos os pertencer de valores encontrados no interior dos automóveis e colocavam no Toyota Etios.

Foto: divulgação / PRF

Apesar do trio agir em João Pessoa, eles moravam em Recife e vinham a capital paraibana diariamente realizar furtos. Os homens, que possuem idade de 27, 34 e 43 anos, já respondem pelos crimes de furto qualificado.

A PRF alerta para que a população evite deixar objetos de valor no interior de veículos. As quadrilhas especializadas em arrombamento de veículos ficam monitorando suas vítimas.

Foto: divulgação / PRF

 

Nucom / PRF

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Terror do Valentina: preso suspeito de participação em 14 assassinatos em João Pessoa

A polícia conseguiu prender um homem suspeito de participar de pelo menos 14 homicídios na região de Sapé, na Mata paraibana. O acusado era apontado como o terror do bairro…

Após deputados, delegado da PF também tem celular clonado na Paraíba

O delegado Fabiano Emídio, da Polícia Federal, teve seu celular clonado, segundo postagem feita por ele mesmo na internet. Emídio usou seu perfil nas redes sociais para informar que seu…