A Paraíba o tempo todo  |

Taxista espancado em Campina Grande morre após 41 dias internado

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Um taxista morreu nesta segunda-feira (10) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. De acordo com a unidade de saúde, Fabiano Antônio Sarmento, de 44 anos, teve traumatismo craniano. Ele estava internado no hospital desde o dia 31 de julho deste ano, após ser encontrado espancado dentro do carro dele.

A delegada de homicídios Suelane Guimarães, responsável pelo caso, informou que a família da vítima só registrou o boletim de ocorrência nesta segunda, após a morte de Fabiano. De acordo com as primeiras investigações, e segundo relato dos familiares, a vítima foi encontrada ferida dentro do veículo em que trabalhava como taxista no dia 31 de julho.

Fabiano Antônio foi encontrado por volta das 19h no bairro Monte Santo. O taxista estava ferido com pancadas na cabeça dentro do carro. Ele foi socorrido por moradores da região e levado para o Hospital de Trauma de Campina Grande. Após 41 dias internado, a vítima morreu às 3h desta segunda.

Redação com G1

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe