Por pbagora.com.br

O estudante do curso de Direito do Unipê, Luiz Paes Araújo Neto, de 23 anos, mais conhecido como ‘Neto’, se apresentou espontaneamente na tarde desta quinta-feira (15), com um advogado na 1ª Delegacia Distrital, localizada no bairro Cruz das Armas, em João Pessoa.

De acordo com informações oficiais, o rapaz foi a última pessoa vista com a jovem Aryane Thaís Carneiro de Azevedo, de 21 anos, estudante de enfermagem que foi encontrada morta nas primeiras horas de hoje às margens da BR-230, nas proximidades do Corpo de Bombeiros, em Marés.

A jovem, que foi vítima de estrangulamento, foi encontrada seminua e com um exame de gravidez positivo no bolso.

O rapaz afirmou que só havia saído com a estudante apenas uma vez e que não sabe se é o pai da criança que ela esperava há apenas algumas semanas.

A delegada Ranielle Vasconcelos afirmou que não acredita que a vítima tenha sido assassinada no local onde o corpo foi encontrado e por isso solicitou o envio do carro do suspeito para ser periciado.

O rapaz também foi encaminhado para o Instituto de Perícias Científicas (IPC) para a realização de exame de DNA que irá revelar se é dele ou não a paternidade do feto.

Na delegacia, o rapaz contou que havia se encontrado com a vítima na noite de ontem e que durante o encontro eles chegaram a discutir porque ele foi contra a ideia da realização de um aborto apresentada pela jovem.

Ainda segundo o próprio Luiz Paes, por volta das 21h de ontem, logo após o encontro, ele deixou a estudante nas proximidades do Centro Administrativo, em Jaguaribe e foi embora.

Como o rapaz se apresentou espontaneamente e não houve flagrante, ele foi qualificado apenas como suspeito e pode permanecer em liberdade durante o processo de investigação policial.

 

Correio

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mulher pula de carro em movimento para fugir de tentativa de assalto na PB

Uma mulher de 22 anos pulou de carro em movimento para fugir de tentativa de assalto em Santa Rita, na Zona Metropolitana de João Pessoa. Ela foi levada para o…

Polícia Militar acaba festa clandestina com mais de 100 pessoas em CG

A Polícia Militar acabou uma festa que estava sendo realizada clandestina no limite entre as ruas Plínio Lemos e José de Souza, no bairro das Malvinas. Inicialmente a PM, recebeu…