Por pbagora.com.br

Mais um crime de femicídio que ocorreu semana passada na Paraíba chamou a atenção dos paraibanos. O suspeito que está sendo acusado de assassinar a própria companheira, negou que fosse o responsável pelo homicídio. De acordo com o seu advogado, o disparo teria sido acidental. “Houve um acidente. Ele não queria matá-la”, disse o defensor.

 

De acordo com o advogado, o acusado afirmou que estava bebendo com a vítima e ao ir embora, ela o perseguiu e tentou impedi-lo puxando a arma da sua cintura. Ao pegar o revólver da mulher, houve um disparo acidental.

 

Segundo informações, contra o suspeito, existe um mandado de prisão decretado pela justiça da 2ª Vara da Comarca de Sousa. Contratado para fazer a defesa do caso, o advogado informou que pretende apresentá-lo na Delegacia de Polícia Civil.

 

“A arma disparou por acidente no momento em que a vítima estava agarrada tentando pegá-la. A defesa irá pedir uma perícia de residuograma de chumbo”, declarou o advogado, acrescentando que “ambos estavam agarrados à arma”.

 

Ao ser questionado sobre o motivo de ter fugido do local do fato, já que alega inocência, o advogado respondeu que por ele estar de moto, não tinha como prestar socorro na ocasião. “Porém ele chamou um carro e acompanhou, de moto, até encontrar o SAMU, que em seguida levou Fabiana ao hospital”, finalizou.

 

Entenda o ocorrido – Fabiana Ferreira da Silva, de 30 anos, foi encontrada morta na última sexta-feira Santa (19), no Sítio Floresta, município de Sousa, Sertão paraibano.  De acordo com informações da polícia civil, a mulher estava com o namorado em uma residência quando houve uma discussão entre eles. Instantes depois, a jovem foi encontrada caída com um disparo efetuado na cabeça. O companheiro de Fabiana fugiu do local levando a arma do crime.

 

 

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Notícias relacionadas

Duas pessoas sofrem tentativa de homicídio no Cristo Redentor, em João Pessoa

Por pouco dois homens não foram assassinados em João Pessoa na noite desta sexta-feira (26). Eles foram vítimas de uma tentativa de homicídio praticada por dois adolescentes menores de 18…