A Paraíba o tempo todo  |

Suspeito de fraudar concurso da PM é preso em Campina Grande

 A polícia prendeu um homem suspeito de fraude e a eliminação de vinte candidatos por uso de celular marcaram a realização do concurso da Polícia Militar da Paraíba. A detenção do suspeito aconteceu em Campina Grande por policiais do serviço de inteligência do 2º Batalhão da PM. Identificado como pernambucano, residente em Recife, Edivonaldo Ferreira de Araújo, de 28 anos foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante pelo delegado Júlio Ferreira de Lima.

O flagrante aconteceu na tarde de domingo, 10, nas proximidades da Escola Nenzinha Cunha Lima onde se realizava prova do concurso. Por volta das 16h40 os policiais fizeram uma abordagem a um veículo Pálio que estava em atitude suspeita nas proximidades do educandário, no bairro do Catolé. Dentro do automóvel foram encontrados equipamentos de transmissão de áudio.
Ainda segundo a investigação da polícia, a fraude teria vários beneficiados na cidade. Pelo gabarito, cada candidato envolvido no esquema desembolsou a quantia de R$ 15 mil. “Essa foi a informação inicial que recebemos. Cada candidato interessado nos gabaritos teria pago R$ 15 mil. A Polícia Civil agora vai acompanhar o caso” completou o policial.

De acordo com as informações confirmadas pela PM, a ação da quadrilha de fraudadores já estava sendo monitorada pela Polícia Militar há pelo menos 15 dias, quando os policiais receberam informes de que a gangue agiria em Campina Grande.
Edivonaldo Ferreira confessou que é morador da cidade de Recife, em Pernambuco, mas negou as acusações. A Polícia Civil agora vai acompanhar o caso a partir da Delegação de Defraudações.

O concurso – as provas do concurso de soldado da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros da Paraíba foram aplicadas, neste domingo (10), para os mais de 58 mil inscritos distribuídos por 78 locais nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Cajazeiras.
A coordenação do concurso detectou a falta de pelo menos 10 mil candidatos, o que equivale a 17%. Fiscais do concurso flagraram 20 candidatos portando telefones celulares, sendo eliminados. O exame intelectual, que é a primeira etapa, trouxe 80 questões que abordaram assuntos de português, raciocínio lógico, história da Paraíba, geografia da Paraíba, noções de direito, legislação e sociologia.

Redação com Blog do Márcio Rangel

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe