Em reunião na quarta-feira (02.10), na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Feminicídio da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a representante do Cunhã Coletivo Feminista, Idelvânia, ressaltou os principais fatores, que de acordo com o movimento, que levam ao aumento do feminicídio no Brasil.

“Um dos fatores mais importantes que levam ao aumento dos crimes contra a mulher é a ausência de implementação das políticas públicas. Além da questão do orçamento, já que os feminicídios acontecem tanto no âmbito privado como no público, em circunstâncias e contextos diversos, em que as discriminações e menosprezos com a condição feminina assumem variadas formas, mais ou menos evidentes”, afirmou Idelvânia.

Na reunião foram iniciadas as oitivas para ouvir os representantes dos movimentos sociais. Estavam presentes o Cunhã Coletivo Feminista e a Flor Mulher de Santa Rita. A presidente da CPI, deputada Cida Ramos, destacou que durante o encontro foram discutidos vários encaminhamentos. Entre eles, a decisão de realizar sessões itinerantes em alguns municípios paraibanos, para discutir o tema. Outra decisão foi a de convidar a deputada delegada, Marta Rocha, do Rio de Janeiro, para debater os índices da criminalidade contra a mulher.

“Nós tratamos das oitivas junto aos movimentos sociais e de como vamos conduzir os encaminhamentos desta CPI. Contamos com a participação de pessoas importantes nessa reunião para acompanhar os trabalhos, a exemplo de delegadas, professores, entre outros. Também ficou acordado o convite para que o secretário Executivo de Gestão de Rede de Unidades de Saúde, Geraldo Antônio de Medeiros, compareça à reunião da comissão para repassar informações sobre o tema no Estado”, disse Cida.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem tenta defender irmã em briga com marido e é esfaqueado

Um homem foi esfaqueado ao tentar defender a irmã de supostas agressões do marido. A discussão ocorreu neste sábado (16) no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, e…

Polícia prende suspeita de tráfico e apreende arma escondida embaixo da geladeira

A Polícia Militar prendeu uma mulher suspeita de tráfico de drogas, e que estava com uma arma de fogo escondida embaixo do refrigerador. A ação aconteceu na noite dessa sexta-feira…