Por pbagora.com.br

Uma fiscalização ambiental realizada, nessa quarta-feira (7), na cidade de Remígio, no Agreste da Paraíba, resultou na apreensão de quatro armas de fogo e seis aves silvestres das espécies galo-de-campina, tico-tico, azulão, golado e concriz. Os animais estavam presos em gaiolas, do lado de fora de uma casa. As armas foram encontradas dentro da residência.

Os policiais da 2ª Companhia do Batalhão de Polícia Ambiental (2ª CPAmb), responsáveis pela fiscalização, perguntaram ao proprietário da casa sobre a licença ambiental para criar os animais e ele alegou não ter.

O homem foi multado em 3 mil reais, que equivale a 500 reais de multa por cada ave. Ele também não tinha registro para a posse das armas e foi apresentado com o material na delegacia de Polícia Civil, em Esperança.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia desarticula ponto de tráfico de drogas sintéticas na zona sul de JP

A Polícia Militar desarticulou mais um ponto de tráfico, apreendeu drogas sintéticas e prendeu um suspeito, nessa terça-feira (27). Desta vez, a ação aconteceu na zona sul de João Pessoa,…

Mulher é presa com mais de 300 pedras de crack, em Umbuzeiro, na PB

A Polícia Civil prendeu uma mulher com mais de 300 pedras de crack, em Umbuzeiro, na Paraíba.A prisão foi feita através da Delegacia de Umbuzeiro, que pertence à 11ª Delegacia…