O detento Hilton Suassuna, primo do ex-senador Ney Suassuna foi morto a pisadas na manhã desta sexta-feira (30) no presídio PB-1, na praia de Jacarapé, em João Pessoa. O acusado pelo crime é o também presidiário Everson Leandro da Silva, 28 anos, que cumpre pena de 60 anos de reclusão.
 

Segundo informações, Suassuna foi transferido na última quarta-feira (28) do Presídio Sílvio Porto, de Mangabeira, para o PB-1. Desde a transferência a vítima estava no isolado daquela casa penitenciária.
 

No momento do crime, Suassuna encontrava-se dopado sob efeito de medicação, ficando sem qualquer chance de defesa. Segundo o acusado do crime, o fato se tratou de um acerto de contas devido uma antiga rixa.
 

Esse foi o quinto homicídio no PB-1 em menos de um ano de funcionamento. Uma inspeção no presídio realizada recentemente pelo Ministério Público Federal detectou problemas e irregularidades que ameaçam deixar o Estado fora das verbas do Fundo Penitenciário Nacional, que financiou a construção de todos os presídios inaugurados no atual governo.
 

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF prende homem com quase 20 kg de maconha em Mamanguape

No fim da tarde deste sábado (18), a Polícia Rodoviária Federal na Paraíba, após abordagem a um veículo no Litoral Norte, flagrou o condutor de um veículo transportando aproximadamente 20kg…

Detentos do PCC que fugiram no Paraguai já podem ter cruzado a fronteira

Membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) que estavam presos no Paraguai retornaram ao Brasil após uma fuga em massa ocorrida neste domingo (19/1) na Penitenciária Regional de…