A Paraíba o tempo todo  |

PRF na PB flagra motorista transportando oito pessoas na carroceria de caminhão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba flagrou, no último sábado (16), um motorista transportando oito pessoas no compartimento de carga de um caminhão. O flagrante ocorreu no município da Cabedelo, na BR 230. A informação só foi divulgada nesta terça-feira (19).

Os policiais realizavam fiscalizações na BR 230, km 3, quando abordaram um caminhão e ao se aproximar da carroceria perceberam que haviam pessoas sendo transportadas no compartimento de carga. Para surpresa dos policiais, oito pessoas estavam sendo transportadas no local destinado a carga e sem qualquer tipo de segurança.

O caminhão sairia de Cabedelo com destino ao município de Sapé, trafegando mais de 80 km de distância colocando em risco a vida das pessoas que estavam sendo transportadas sem os devidos cuidados. O motorista foi autuado por transportar passageiros em compartimento de carga. Esta infração é gravíssima, com valor de R$ 293,47 e gera 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Todos os passageiros que estavam na carga tiveram que ser realocados em outros veículos para poder seguir a viagem em segurança. Além da notificação de trânsito, o motorista foi orientado sobre o risco da sua conduta na vida daquelas pessoas que ele transportava, que eram todos da mesma família do condutor.

Maio Amarelo – O tema do Maio Amarelo este ano é “Perceba o risco. Proteja a vida”. A PRF esta realizando ações de segurança viária que visam, além de realizar ações de fiscalização de trânsito, conscientizar as pessoas sobre os riscos de determinadas condutas no trânsito e suas consequências. Transportar pessoas no compartimento de carga coloca a vida em risco. Mesmo em uma colisão traseira que poderia gerar apenas danos materiais, quando há pessoas sendo trasportadas sem os devidos cuidados, elas podem ser projetadas para fora do veículo e virem a sofrer lesões graves ou até mesmo perderem a vida. Em caso de saída de pista ou capotamento a chance de ocorrerem vítimas fatais é ainda maior.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe