A Paraíba o tempo todo  |

Preso no Maranhão empresário suspeito de mandar atear fogo em loja de concorrente em JP

Carro de luxo apreendido na residência do empresário

A Polícia Civil da Paraíba, após minuncioso trabalho investigativo, representou pela prisão de um empresário, proprietário de uma grande loja de importados, após reunir provas de que o mesmo teria mandado atear fogo à loja de um concorrente, fato ocorrido em agosto deste ano em João Pessoa.

O empresário foi preso no início da manhã desta terça-feira, 9, no Maranhão, em operação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal naquele Estado. A Polícia Civil da Paraíba, através de uma equipe da Central de Flangrantes coordenada pelo delegado Afrânio Doglia de Brito Filho, está à procura do gerente da loja de importados, também com mandado de prisão solicitado pela PC da Paraíba e expedido pela 7ª Vara Criminal de João Pessoa.

Além da prisão do empresário, a Polícia Civil fez busca e apreensão na sua rede de lojas e na residência, onde apreendeu documentos, computadores, mais de R$ 20 mil em espécie e as chaves de carros importados como Audi e BMW, mas os veículos não foram encontrados. Também foi apreendida uma caminhoneta SW4 orçada em mais de R$ 300 mil que está em nome de terceiros.

“Nossa equipe da Central de Flagrantes foi designada para investigar esse caso e conseguiu reunir provas de que o incêndio que atingiu uma pequena loja de produtos importados foi criminoso. A loja Areia Branca, localizada no Centro de João Pessoa, foi destruída por um incêndio em agosto deste ano e, após as investigações reunimos provas de que um empresário de uma grande rede do mesmo seguimento teria sido o mandante”, disse o delegado Afrânio Doglia.

O empresário foi preso hoje no Maranhão e será transferido para João Pessoa para a Polícia Civil da Paraíba continuar as investigações. O gerente da loja, que também estaria envolvido no crime, está com mandado de prisão em aberto.

Da Redação com Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe