A Delegacia do Consumidor (Decon) prendeu, nessa sexta-feira (6) à tarde, cinco homens acusados de venda de ingressos falsos para a final da Copa América, que ocorre neste domingo (7), no Estádio do Maracanã, entre as seleções do Brasil e Peru. A prisão da quadrilha teve o apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), grupo de elite da Polícia Civil.

Os agentes chegaram ao grupo a partir da denúncia de uma mulher que negociava pela internet a compra de dois ingressos para a decisão da Copa América. Desconfiada, ela marcou com um dos supostos vendedores nas proximidades da Cidade da Polícia, no bairro do Jacaré, na zona norte da cidade. Ao perceber que o ingresso parecia falso, ela acionou uma equipe da Core que passava na hora e encaminhou o suspeito com a vítima para a Decon.

A partir de informações repassadas por ele, os demais integrantes do grupo foram pesos próximo ao Terreirão do Samba, no centro da cidade, com 21 ingressos falsificados e prontos para serem comercializados.

As investigações indicam que os bilhetes para a decisão da Copa América estavam sendo vendidos no valor de R$ 500 a R$1.500. Os cinco acusados foram presos e autuados em flagrante e vão responder por estelionato, formação de quadrilha e receptação.

Agência Brasil

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Coronavírus provocou aumento de assaltos na PB, disse secretário

Em entrevista esta semana a uma emissora de rádio da capital o secretário de Segurança e Defesa Social da Paraíba, Jean Francisco Nunes, admitiu que houve aumento nos crimes de…

Dois homens são mortos a tiros na cidade de Bayeux

Na manhã desta sexta-feira (3), doi homens foram mortos na cidade de Bayeux, região metropolitana de João Pessoa. Segundo informações da Polícia Militar, o crime teria acontecido por disputa de…