Por pbagora.com.br
Foto: Reprodução / TV Paraíba

A polícia capturou nesta quinta-feira (28), em Queimadas, no Agreste da Paraíba, o homem suspeito de matar a filha, de 36 anos, com um tiro na cabeça. De acordo com os policiais, o crime aconteceu em dezembro do ano passado, no município de Boqueirão. Uma discussão familiar teria motivado o disparo.

Com base nas investigações, o delegado Ilamilto Simplício declarou que o disparo não foi acidental, como afirmou o suspeito. Testemunhas confirmaram que o tiro foi proposital e foram estes depoimentos que resultaram na prisão do suspeito.

O suspeito foi detido no município de Queimadas, onde mora, após ter sido expedido mandado de prisão contra ele. O homem foi encaminhado para o Presídio do Serrotão, em Campina Grande.

Familiares da vítima contaram à polícia que pai e filha conviviam próximos a pouco tempo, após ele ter se mudado para Boqueirão recentemente. No entanto, ainda segundo relatos dos parentes, eles discutiam constantemente por conta do terreno da família.

Na última discussão, testemunhas disseram que o pai pegou uma espingarda artesanal e matou a filha com um tiro na cabeça. A mulher chegou a ser socorrida pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos.

O acusado chegou a se apresentar à polícia no dia 31 de dezembro com advogados e disse que o disparo contra sua filha foi acidental.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

PRF registra quatro acidentes nas BRs da Grande JP por conta das chuvas

Pelo menos cinco veículos se envolveram em acidentes nas BRs da Paraíba na manhã desta sexta-feira (26) por conta das fortes chuvas que caem desde a madrugada. De acordo com…

PM e PC recuperam em Barra de São Miguel-PB, uma carga roubada em PE

Na manhã de ontem 25/02(quinta feira) as Polícias Militar e Civil, em ação conjunta, recuperam na cidade de Barra de São Miguel uma carga de bebidas que havia sido roubada…