A Paraíba o tempo todo  |

Polícia ouve pais de bebê que morreu afogado em CG

 A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a morte de um bebê de 1 ano e 4 meses em Campina Grande. A criança morreu afogada um um pequeno reservatório de água em Campina Grande. A tragédia aconteceu na quinta-feira (31) em um conjunto habitacional no bairro das Malvinas. A construção está parada e muitas famílias invadiram o local.

De acordo com as informações já levantadas pela Polícia, a criança brincava próximo de um reservatório de água que, segundo os invasores, estava destampado há vários dias. Ela teria caído dentro do reservatório. Segundo um tio da vítima, Luís Miguel, de 1 ano e 4 meses, e os dois irmãos, que também são pequenos, costumavam brincar sozinhos na rua.

Os vizinhos só perceberam quando ele já estava boiando.Um agricultor que mora próximo do local ainda tentou salvar a vida do bebê. Ele pegou o menino e chegou a fazer respiração boca a boca antes da equipe do Samú chegar e conduzir a criança para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes. “Fiz respiração boca-a-boca nela, na criança. Ela quis se reanimar, saiu as borbulhinhas do nariz dela. A gente ficou até contente porque começou a sair muita água”, relatou o vizinho, Veldeiram Martins. Ele ainda explicou que a mãe tentou levar para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas a criança não resistiu e morreu.
A tia do menino contou que a mãe do bebê estava doente em casa. Ela está grávida e passou mal quando soube do tragédia com o filho.

PBAgora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe