Após uma denúncia anônima nesta quarta-feira (20), policiais militares do Batalhão Ambiental (BPAmb) realizaram a prisão de um homem com 33 pássaros e um
tatu-bola morto, no bairro de Intermares, em Cabedelo.

As aves, sendo 29 canários da terra, 2 papas – capim, 1 chorão e 1 galo de campina, estavam num viveiro existente no quintal da casa do homem de 34 anos, que afirmou estar desempregado e não ter licença ambiental para a posse dos animais.

Ele foi enquadrado no artigo 29 da lei 9.605/98, que tem pena de seis meses a um ano de detenção, e ainda recebeu uma multa no valor de 17 mil reais, ou seja, 500 reais por cada animal que estava em posse do suspeito, conforme o artigo 24 do Decreto Federal 6.514/08, que prevê as sanções administrativas em caso de crime ambiental.

O comandante do BPAmb, major Lucas, destacou a importância da participação da população no combate aos crimes ambientais através das denúncias, mesmo que
sejam feitas anonimamente para o telefone 190, ou para o Batalhão Ambiental através do número 3218.7222.

As aves foram levadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), onde serão avaliadas para possível reinserção em seu habitat natural, já o tatu será
enterrado em local adequado.

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PM detém suspeitos de tráfico e cumpre mandados em sete cidades

A Polícia Militar deteve cinco suspeitos de tráfico de drogas e dois por cumprimento de mandados, na noite dessa sexta-feira (5), em ações realizadas em sete cidades paraibanas. Foram retiradas…

Polícia prende suspeito de liderar organização criminosa em Cabedelo

Um homem suspeito de liderar organização criminosa responsável por homicídios ocorridos na cidade de Cabedelo (PB) foi preso no início de tarde desta sexta-feira (5) pela Polícia Civil. Ele foi…