Por pbagora.com.br

Após o advogado paraibano e defensor público aposentado Levi Borges ser morto a tiros durante uma ação criminosa na última quinta-feira (9), em um condomínio na Praia do Paiva, município de Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, a polícia de Pernambuco investiga se foi assalto seguido de morte ou execução planejada.

De acordo com as informações, os policiais investigam as imagens das câmeras de segurança do pedágio e da rodovia privada Rota dos Coqueiros para identificar o carro onde estavam os suspeitos, além da câmera do condomínio que flagrou toda a ação.

A mala do carro do defensor público tem manchas de sangue na lataria do veículo.

Na hora do crime, o advogado ia visitar a filha, a juíza Andréa Rose Borges Cartaxo, que mora no condomínio e estava acompanhado da esposa, também juíza Mariza Borges de Lima.

O caso agora está sob responsabilidade da 13ª Delegacia de Polícia de Homicídios, e a investigação será comandada pelo delegado Cláudio Neto.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veículo roubado na cidade de Paulista é recuperado pela polícia

A Polícia Civil conseguiu recuperar um veículo roubado na cidade de Paulista-PB no dia 15 deste mês, possivelmente usado durante o  assalto ocorrido à agência do Banco do Brasil da cidade…

Motociclista morre ao colidir de frente com viatura da PRF na Paraíba

Perseguição, atropelamento e morte. Um motociclista atropelou um policial durante perseguição e morreu ao colidir de frente com viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na Paraíba. O caso aconteceu na…