Após o advogado paraibano e defensor público aposentado Levi Borges ser morto a tiros durante uma ação criminosa na última quinta-feira (9), em um condomínio na Praia do Paiva, município de Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, a polícia de Pernambuco investiga se foi assalto seguido de morte ou execução planejada.

De acordo com as informações, os policiais investigam as imagens das câmeras de segurança do pedágio e da rodovia privada Rota dos Coqueiros para identificar o carro onde estavam os suspeitos, além da câmera do condomínio que flagrou toda a ação.

A mala do carro do defensor público tem manchas de sangue na lataria do veículo.

Na hora do crime, o advogado ia visitar a filha, a juíza Andréa Rose Borges Cartaxo, que mora no condomínio e estava acompanhado da esposa, também juíza Mariza Borges de Lima.

O caso agora está sob responsabilidade da 13ª Delegacia de Polícia de Homicídios, e a investigação será comandada pelo delegado Cláudio Neto.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Tentativa de ultrapassagem em Santa Rita resulta em sete pessoas feridas

Um acidente grave ocorreu na noite de ontem (01), na cidade de Santa Rita, quando um veículo tentou fazer uma ultrapassagem, que resultou em sete pessoas feridas. O caso foi…

Polícia desarticula esquema de tráfico de drogas em Santa Rita

A Polícia Militar desarticulou um esquema de tráfico de drogas, nessa segunda-feira (1º), com a apreensão de dinheiro, 27 trouxas de maconha, sete pedras de crack, balanças de precisão e…