Por pbagora.com.br

A Polícia Civil irá investigar o assassinato do empresário Abson Matos Paiva, conhecido em Pedras de Fogo pelas críticas à gestão do prefeito Dedé Romão, que foi assassinado, na noite dessa quarta (05), na cidade de Itambé.

Abson fazia inúmeras denúncias de supostas irregularidades na prefeitura de Pedras de Fogo.

Em um dos últimos áudios, que circulou nos grupos de whastapp, o empresário revelou que estava sendo ameaçado de morte e afirmava que não iria se intimidar.

A polícia já começou a colher os primeiros depoimentos para tentar elucidar o caso.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB tem grupamento policial especializado no combate aos ataques a bancos

Enfrentar grupos criminosos responsáveis por ataques a bancos. Essa é a missão do Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (GEOsAC) da Polícia Militar, que com treinamento constante e…

Ação da Polícia Civil resulta em apreensão de 350 quilos de maconha em Bayeux

Cerca de 350 quilos de maconha foram apreendidos durante ação da Polícia Civil, no início da tarde desta quarta-feira (23), em Bayeux. Três homens foram presos em flagrante delito. O…