A Polícia Militar prendeu em flagrante um homem de 30 anos suspeito de matar a companheira dele, de 37 anos, com golpes de barra de ferro, em Queimadas, no Agreste da Paraíba.

Segundo a polícia, o suspeito teria coberto o corpo da vítima e dito que ela havia sido atropelada.

Ainda de acordo com informações da polícia, testemunhas viram quando o casal discutia em um bar, localizado no Sítio Caixa D’água, por volta das 23h. Eles continuaram a discussão em um ponto de ônibus próximo ao estabelecimento. O suspeito estava armado com uma barra de ferro.

Alguns minutos depois, o homem que teria sumido do local, voltou e cobriu o corpo da vítima. À Polícia Militar, ele disse que a companheira havia sido atropelada.

O delegado Kelsen Vasconcelos que apura o caso, disse que a versão apresentada pelo suspeito não condizia com a cena do crime. “A perícia constatou que não havia indício de atropelamento. Ela foi atingida na cabeça, no braço e estava com várias lesões. Indica-se que foi [a barra de ferro] pela gravidade das lesões”, explicou o delegado.
Ele também cogita a hipótese de que um pedaço de madeira ou uma pedra tenham sido utilizados.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia captura foragido que pode ter envolvimento em ataques contra bancos

Mais um foragido do sistema prisional foi capturado pela Polícia Militar, durante as ações de final de semana. Dessa vez, o fugitivo de 26 anos de idade foi localizado na…

Residência é atingida por incêndio, na Grande João Pessoa

Mais um caso de incêndio foi registrado na grande João Pessoa. Depois do ocorrido na semana passada, que culminou com a morte de uma criança, dessa vez as chamas atingiram…